Flamengo estuda alternativas após tentativas com Marinho




Os “entraves” de uma possível negociação com o atacante Marinho fizeram o Flamengo desistir de tentar trazer o jogador para o clube. O principal problema foi, na verdade, financeiro. O clube baiano só aceita liberar Marinho sob a condição de pagamento de sua multa rescisória, no valor de cinco milhões de euros (aproximadamente 17 milhões de reais). O rubro-negro descarta desembolsar essa quantia, a não ser que haja um parcelamento do montante pedido.

Marinho chegou a anunciar que estava indo para o exterior, mas o Vitória recusou a proposta oferecida por um clube chinês, e a situação segue indefinida.

Com isso, o Flamengo precisa estudar alternativas para o ataque. Uma das alternativas que o clube tem é o paraguaio Cecilio Domínguez, do Cerro Porteño, mas também é considerada uma contratação difícil, pois o jogador está muito valorizado. A contratação mais viável ao rubro-negro seria Marcos Guilherme, do Atlético-PR. Há outros atletas na mira do clube, mas seus nomes não foram ainda divulgados.

Mas há um outro nome na mira do Flamengo: Fernandinho. O clube tem interesse em contratar novamente, por empréstimo, o jogador que voltou ao Grêmio. Acontece que Renato Portaluppi, técnico do Grêmio, tem interesse no jogador. O vice de futebol do clube gaúcho não descarta negociar o atleta com o Flamengo, mas que ainda não houve proposta. “O Fernandinho teve passagem pelo Flamengo por empréstimo, que acabou no dia 31 de dezembro. Agora, o jogador retorna ao Grêmio, o técnico Renato Gaúcho gosta do jogador. O Flamengo não nos procurou, mas se vier uma proposta e for boa para o Grêmio e o jogador, podemos mudar nosso pensamento”, disse o dirigente em entrevista concedida à ESPN Brasil.




Elia M.

Produtora de conteúdo em plataformas de notícias. Quase administradora, quase contadora, 100% escritora. Quer falar comigo? Escreva para [email protected] Visite minha página editorial: http://www.horabrasil.com.br/author/elia-m/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

/**