Após revelar sofrer com a síndrome do pânico, Padre Fábio de Melo lança coleção de joias




Padre Fábio de Melo pegou muitos seguidores de surpresa na última sexta-feira (11) ao revelar que está sofrendo com a síndrome do pânico. Embora já tivesse comentado sobre o assunto em uma entrevista de rádio, apenas ontem o religioso fez uma publicação oficial. Contando já estar melhor, Padre Fábio, horas depois, usou a mesma rede sociais para divulgar um novo projeto em prol do Lar Acolhedor Tia Socorro.

Veja também: Padre Fábio de Melo narra homenagem à Tia Socorro; veja o vídeo

Desta vez, o religioso fez uma parceria com uma joalheria de Belo Horizonte, para arrecadar fundos para as criança e adolescentes que vivem no Lar Tia Socorro.

“É uma coleção de símbolos religiosos de muito bom gosto. Esta pulseira, que inspirou o projeto, eu usei no dia em que conheci a Tia Socorro. Dali nasceu a ideia de fazer algo para ajudar o seu Lar acolhedor. Ela se foi de nós, mas o projeto não morreu em nossos corações. Ao adquirir uma peça, você se unirá à nós nesta bela continuidade de amor”, escreveu o padre em uma das publicações.

As peças são feitas em ouro amarelo, ouro branco e prata e são acessíveis aos mais diferentes bolsos. Na loja online é possível encontrar desde correntes de prata no valor de R$ 45, até pulseiras de R$2.590,00. Itens mais refinados da coleção também estão à disposição, mas o preço deve ser consultado com a joalheria.



As joias são enviadas por Sedex para todo o país e podem ser adquiridas no site https://www.filhodoceu.com.br/.  Comprando itens do projeto “Filho do Céu” a pessoa estará ajudando aos mais de quarenta moradores do Lar Acolhedor Tia Socorro.

Além deste projeto, Padre Fábio de Melo já anunciou também um show beneficente, que será realizado no dia 13 de agosto, no Hangar, em Belém (PA), a partir das 20 horas. A renda do evento também será revertida para o Lar Acolhedor.

História de Tia Socorro



Tia Socorro teve uma vida humilde e passou por períodos muito difíceis, mas dedicou o seu amor e carinho para fazer o bem ao próximo. O apelido carinhoso foi dado pelos moradores de Belém do Pará, cidade na qual ela mudou vidas ao criar o Lar Acolhedor Tia Socorro.

No local, ela abrigou e cuidou de crianças, adolescentes, jovens e adultos com deficiência, vítimas de violência ou abandonados pelos familiares. No ‘Especial Inspiração’, Tia Socorro recebeu a homenagem das mãos do Padre Fábio de Melo. “Eu tenho muita alegria em chamar essa história”, disse o sacerdote, na ocasião, quando ela aproveitou para confessar um desejo: ver, mesmo que de longe, o Papa Francisco.

O pedido foi atendido. Luciano Huck e o Padre Fábio de Melo se reuniram e a levaram para a Itália, onde realizou o grande sonho. Dias depois disso, ela faleceu. Tia Socorro deixou mais de 300 “filhos” que ganhou no decorrer na vida.

O Cristo ressuscitado será o símbolo de nossa coleção. Manter viva uma memória é atualizar o conceito de ressurreição nos nossos dias.

Uma publicação compartilhada por pefabiodemelo (@pefabiodemelo) em







Milena

Escreveu para sites como Yahoo e Dona Giraffa e atua em plataformas com produção de conteúdo. É formada em medicina veterinária, mas trabalha exclusivamente com redação desde 2013. Contato: milena@horabrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido!