Guerrero está fora da Copa do Mundo

Nesta segunda-feira, a decisão sobre o caso de Guerrero foi divulgada pelo escritório de advocacia Kellerhals Carrard Sports Law Team, que representa a Wada (Associação Mundial Antidoping) no caso de doping do centroavante do Flamengo na CAS (Corte Arbitral do Esporte), na Suíça. A pena do jogador foi ampliada para 14 meses de suspensão por doping. A decisão, em última instância, é definitiva e não cabe recursos. Com a decisão, Guerrero está fora da Copa do Mundo de 2018 que começa no dia 14 de junho.

Em dezembro de 2017, o Tribunal de Apelação da Fifa reduziu a pena de Guerrero de um ano para seis meses. A decisão foi tomada depois de recurso da defesa do jogador.



Em maio, Guerrero voltou a jogar no Flamengo, após ter cumprido os seis meses de suspensão. Ele estava suspenso desde o dia 3 de novembro por ter sido testado positivo para benzoilecgonina, principal metabólito da cocaína, em exame antidoping realizado após o jogo entre Peru e Argentina, no dia 5 de outubro de 2017 em partida válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

O jogador também não poderá jogar pelo Flamengo, com o qual tem contrato até o dia 10 de agosto.

Flávia Resende

Escreve sobre quase tudo, principalmente livros, séries, viagens, idiomas, educação, futebol e saúde. Também é redatora e editora na Contentools e na Blasting News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *