Resgate na Tailândia: veja quem são as crianças presas na caverna




Os resgate na Tailândia está sendo feito neste domingo (8). As doze crianças e o treinador serão retiradas da caverna por mergulhadores.

Veja também: Ex-membro da marinha morre após levar oxigênio para crianças presas em caverna na Tailândia

Embora algumas agências de notícias tenham divulgado que seis crianças já foram retiradas até agora (11 horas da manhã de domingo), em entrevista coletiva, a pessoa que está comandando a operação diz que apenas quatro meninos já saíram do local, sendo que três deles já estão no hospital e o outro está à caminho.

Além dos doze garotos, o técnico de futebol também está preso na caverna há mais de duas semanas. Eles foram passear, após um treino, e uma chuva forte inundou o local.

Depois de 9 dias sem comer, foram encontrados por mergulhadores e estão recebendo suporte desde então. A equipe de resgate tentou drenar a água, mas conseguia diminuir apenas 1cm por hora. A tentativa de escavar um túnel lateral também foi feita, mas o receio de desabamentos fez com que eles desistissem do procedimento.

Como novas chuvas já caíram e ainda estão previstas, a retirada dos meninos, que agora se alimentam e estão mais estabilizados, está sendo feita por treze mergulhadores estrangeiros e cinco membros da unidade de elite da Marinha da Tailândia.

Veja quem são as crianças do resgate na Tailândia



  • Ekkapol Chantawong tem 25 anos e é o treinador de futebol
  • Chanin Wiboonroongrueng é o caçula da equipe e tem 11 anos;
  • Duangphet Promthep tem 12 anos;
  • Somphong Jaiwong tem 13 anos e sonha em defender a seleção tailandesa de futebol;
  • Mongkol Boonpium tem 13 e está há pouco mais de um ano e meio com a equipe;
  • Pipat Phothai completou 15 anos dentro da caverna;
  • Prachuck Sutham, 14 anos;
  • Ekkarat Wongsookchan, 14 anos;
  • Nattawoot Thakamsai, 14 anos;
  • Adul Samon, 14 anos;
  • Phornchid Kamluang, 16 anos;
  • Peerapat Sompiengjai, 16 anos;
  • Panumart Saengdee, idade desconhecida.

O resgate na Tailândia continua e está sendo feito aos poucos, para que a equipe consiga manter a quantidade de oxigênio necessária para retirar todos em segurança.

Milena

Escreveu para sites como Yahoo e Dona Giraffa e atua em plataformas com produção de conteúdo. É formada em medicina veterinária, mas trabalha exclusivamente com redação desde 2013. Contato: milena@horabrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *