Mulher que deu à luz a bebê após acidente de caminhão é reconhecida




A mulher que morreu em um acidente, envolvendo um caminhão que transportava madeira, foi reconhecida. Familiares usaram as redes sociais, na noite deste domingo (29), para informar que já estão em na cidade de Registro, Vale do Ribeira em São Paulo, para tentar levar o corpo para o velório.

De acordo com as informações iniciais, a mulher chama-se Ingrid Irene Ribeiro e era moradora de São José dos Pinhais, no Paraná.

“A todos que estão me mandando msg, querendo informações sobre minha irmã: sim ela faleceu em um acidente de caminhão e a bebê dela está bem! Ainda não sabemos se será possível fazer o velório devido ao tempo (foi na quinta feira)”, escreveu Adri Ribeiro, que diz ser irmã da vítima.

“Em meio a uma tragédia ainda Deus consegue trabalhar e mostrar um Grande Milagre… Vá em Paz Ingrid e seje bem vida Maria Eduarda [nome que será dado ao bebê]”, escreveu Mari Silveira, que diz ser a prima da vítima.

Mulher grávida morre em acidente e dá a luz a uma menina

Um acidente de caminhão aconteceu no dia 27 de julho de 2018, na Rodovia Régis Bittencourt, perto da cidade de Cajati, Vale do Ribeira em São Paulo. Uma jovem grávida faleceu no local, após ser arremessada para fora do caminhão.

Ela teve o abdômen rompido. A criança nasceu e foi levada para a UTI Neonatal do Hospital Regional de Pariquera-Açu, onde segue internada. A menina nasceu com 3,12 kg e 46 centímetros e, apesar das condições, passa bem.

O motorista ficou preso nas ferragens e foi socorrido com vida. Desde o dia do acidente a identificação da vítima tenta ser feita. Só na noite deste domingo (30), parentes teriam ido ao IML para reconhecer o corpo.




Milena

Escreveu para sites como Yahoo e Dona Giraffa e atua em plataformas com produção de conteúdo. É formada em medicina veterinária, mas trabalha exclusivamente com redação desde 2013. Contato: milena@horabrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *