CBV lança recrutamento online de jogadores de vôlei




A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) decidiu inovar e dar chance para que mais atletas cheguem à seleção brasileira. Nesta sexta-feira (31), lançou uma plataforma voltada para a busca por novos talentos do vôlei.

Veja também: Como assistir ao jogo da seleção brasileira masculina de vôlei na Copa Pan-Americana

Para se inscrever, o interessado deve gravar um vídeo com trechos do seu desempenho, subir no YouTube, entrar no site da CBV, se cadastrar e colocar o link gerado pela plataforma digital.

“A ideia nasceu em conversas com as comissões técnicas de todas as seleções sobre a nossa base, sobre a necessidade de buscarmos atletas em regiões onde temos pouco acesso e sobre a necessidade de acharmos esses atletas cada vez mais cedo”, disse Júlia.

Um dos maiores responsáveis pela avaliação dos vídeos, o técnico da seleção sub-19 masculina, Fabiano Ribeiro, o Magoo, está entusiasmado com o novo projeto desenvolvido pela Confederação Brasileira de Voleibol.

“Essa plataforma vem auxiliar a encontrar novos talentos espalhados pelo Brasil. Acredito na ideia e será mais uma forma de garimpo e descobrimento desses atletas. Acredito que será uma boa oportunidade para eles poderem se apresentar e serem vistos”, opinou Magoo.

José Roberto Guimarães, técnico da seleção brasileira feminina de vôlei, também está empolgado com o projeto. “Essa é uma oportunidade para detectarmos novos talentos e um maior número de atletas com potencial. É uma ferramenta para complementar o trabalho realizado pelos olheiros, professores e treinadores. A Confederação Brasileira de Voleibol abriu um canal em que os atletas poderão mandar seus vídeos que serão observados, analisados e avaliados. A CBV está colocando essa ferramenta à disposição da população e esperamos detectar o maior número de talentos possíveis”, concluiu o treinador.

Milena

Escreveu para sites como Yahoo e Dona Giraffa e atua em plataformas com produção de conteúdo. É formada em medicina veterinária, mas trabalha exclusivamente com redação desde 2013. Contato: milena@horabrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *