Morre estudante agredido em escola de Belo Horizonte

Morreu nesta terça-feira, 20, no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, o jovem Luiz Felipe, de 17 anos, estudante do Instituto de Educação de Minas Gerais, onde foi agredido na quarta-feira, 14. 

O suspeito da agressão é Hudson Rangel Gomes Rosa, de 18 anos, um colega de classe que teve a prisão convertida em preventiva. A escola informou que o jovem tem mais de 30 ocorrências em seu prontuário escolar.

Na quarta-feira, 14, os estudantes se desentenderam durante um jogo de futebol. As imagens do circuito interno da escola mostraram que Luiz Felipe foi empurrado de uma escada e agredido com socos e pontapés por alguns estudantes.

Estudante morre após ser espancado em escola

A tia de Luiz Felipe explicou o que motivou a agressão ao sobrinho. “Foi por causa de um drible, uma embaixadinha que ele fez que começaram os empurrões e acabou com o desfecho dessa tragédia”, contou ela.
Segundo informações da polícia, a vítima foi socorrida pelo Samu e foi levada inconsciente para o hospital. Luiz Felipe teve traumatismo craniano, com múltiplas fraturas na cabeça e foi submetido a cirurgias, mas não resistiu.

O agressor

Segundo Alexandra Aparecida Morais, diretora do IEMG, o estudante Hudson Rangel Gomes Rosa, de 18 anos, tem em seu histórico comportamentos indesejados com colegas, agressões e outras ocorrências.

De acordo com um registro da escola, Hudson “não tem compromissos com os estudos e é agressivo com as professoras”. 

Foto: Reprodução/RecordTV Minas

Flávia Resende

Escrevo sobre quase tudo, principalmente livros, séries, viagens, idiomas, educação, futebol e saúde. Também sou redatora e editora na Contentools e na Blasting News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *