NotíciasPolítica

Bolsonaro não descarta acabar com a Justiça do Trabalho; veja vídeo




Entrevistado pelo SBT nesta quinta-feira (3), o presidente Jair Bolsonaro declarou que a possibilidade de acabar com a Justiça do Trabalho existe. Segundo ele, “havendo clima” a discussão poderá avançar em seu governo.

Ministra Damares dá pulos e grita: ‘Menino veste azul e menina veste rosa’; veja vídeo

“Isso daí, a gente poderia até fazer, isso está sendo estudado. E, havendo o clima, nós podemos discutir essa proposta e mandar pra frente. Nós queremos”, declarou Bolsonaro.

Ainda durante a conversa, ele disse que “a mão de obra no Brasil é muito cara” e dificulta a contratação por empresários.

“Você pode ver, a mão de obra no Brasil é muito cara, o empregado ganha pouco, mas a mão de obra é cara. Eu costumo dizer, né. É pouco pra quem recebe e muito pra quem paga. Devemos modificar isso aí. Alguém ganha 1 mil reais por mês e o patrão, na verdade, está gastando 2 mil”, disse.

Bolsonaro pretende aumentar a idade mínima para aposentadoria

Para o SBT, Jair Bolsonaro confirmou que deverá aumentar a idade para que o trabalhador se aposente. Inicialmente, a ideia é passar para 62 anos para os homens e 57 para as mulheres, mas depois isso deverá ser aumentado para 64 anos.

“Pretendemos, algo a ser, botar num plano da reforma da Previdência, nós passarmos a dar 1 corte até o final de 2022. Essa que é uma ideia inicial. Aí seria aumentar para 62 os homens e 57 as mulheres… Não de uma vez só, né. Um ano a partir da promulgação e 1 ano a partir de 2022, essa é a ideia”, disse.

A reforma da previdência deverá avançar e os funcionários públicos deverão sofrer mudanças.  “O que mais pesa no orçamento é a questão da Previdência pública, essa vai ter uma maior atenção da nossa parte. E, no meu entender, vamos buscar também eliminar privilégios”, afirmou.

Veja vídeo com parte da entrevista de Bolsonaro ao SBT



Etiquetas
Mostrar mais

Milena

Escreveu para sites como Yahoo e Dona Giraffa e atua em plataformas com produção de conteúdo. É formada em medicina veterinária, mas trabalha exclusivamente com redação desde 2013. Contato: milena@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios