Repórter processa Datena por assédio sexual





Bruna Drews, jornalista de 35 anos, acusou o apresentador José Luiz Datena, 61 anos, de assédio sexual. A jornalista afirmou que o apresentador do Brasil Urgente afirmou que ela não precisava emagrecer, pois já “era muito gostosa”, que falou diversas vezes que se masturbou pensando nela e que achava “um desperdício” ela “namorar uma mulher”.

As declarações teriam sido feitas dia 7 de junho de 2018. Na data, foi comemorado o final das gravações do quadro A Fuga, que fazia parte do Agora É com Datena. A comemoração aconteceu em bar do centro de São Paulo. A jornalista contou que decidiu processar o apresentador agora porque, após o assédio, teve grave crise de pânico e depressão.

A jornalista está em licença médica desde julho. Agora, está movendo ação trabalhista contra a Band. A jornalista afirma que a emissora foi conivente com Datena. O Ministério Público deve decidir semana que vem se abre investigação policial contra o apresentador ou se pede abertura de processo na Justiça.

Datena nega as acusações de assédio sexual. “Isso não é verdade, é falso. Eu disse para ela que ela era uma pessoa bonita. Dizia no ar, pra todo o Brasil ouvir, [que é] bonita e competente. Ela nunca reclamou, só me agradeceu por tratá-la bem”, afirmou o apresentador.”Um dia, durante as gravações do quadro A Fuga, ela estava muito magra, passou mal e eu pedi para que ela fosse atendida. Na comemoração, repeti a ela que ela era muito bonita e que não precisava emagrecer, porque ela já era competente”.



Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *