NotíciasPolítica

José Dirceu se torna réu pela segunda vez na Operação Lava Jato




Sérgio Moro aceitou quarta-feira (29) nova denúncia contra o ex-ministro José Dirceu e outras seis pessoas, incluindo o irmão de Dirceu e Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras. Moro é responsável pelas ações penais da Lava Jato na primeira instância. Todos eles são acusados por envolvimento em crimes cometidos na Petrobras.

Essa é a segunda vez que o ex-ministro do PT vira réu na Lava Jato. Na primeira ação, ele foi condenado a 20 anos e 10 meses de prisão. Dirceu recorreu. Duque recebeu pena de 20 anos e 8 meses, em regime fechado.

Os demais réus são Flávio Henrique de Oliveira Macedo (sócio da construtora Credencial), Eduardo Aparecido de Meira (dono da construtora Credencial), Paulo César Peixoto de Castro Palhares (administrador de Apolo Tubulards), Carlos Eduardo de Sá Baptista (administrador da Apolo Tubulars) e o irmão de Dirceu, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A denúncia faz parte da 30ª etapa da Lava Jato, a Operação Vício. Os denunciados devem pagar R$ 25,6 milhões.

Duque e Dirceu já estão presos no Complexo Médico-Penal em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, enquanto Flávio Henrique de Oliveira e Eduardo Aparecido de Meira estão na Superintendência da Polícia Federal, Curitiba.

Etiquetas
Mostrar mais

Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios