NotíciasPolítica

Operação Lava Jato prende Paulo Preto, operador ligado ao PSDB





Paulo Vieira de Souza, ex-operador financeiro do PSDB e conhecido como Paulo Preto, e Aloysio Nunes, ex-ministro das Relações Exteriores do governo de Michel Temer, são alvo da 60ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada na manhã desta terça-feira (19).

Na manhã desta terça, foram cumpridos, por agentes da Polícia Federal e do Ministério Público Federal (MPF), 12 mandados de busca em vários endereços ligados a tucanos. Os investigados também tiveram seus ativos financeiros bloqueados por ordem judicial. Paulo Preto foi alvo de mandado de prisão preventiva.

A 60ª fase da Operação Lava Jato aprofunda investigação de lavagem de dinheiro praticada pela Odebrecht. Os operadores Paulo Vieira de Souza, Rodrigo Tacla Duran, Adir Assad e Álvaro Novis mantiveram relações entre 2007 e 2017, pelo menos. São investigadas transações de mais de R$ 130 milhões, saldo correspondente às contas controladas por Paulo Preto no início de 2017, na Suíça.



Comments

0 comments

Etiquetas
Mostrar mais

Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios