EntretenimentoFamososLiteratura

Danielle Steel fala de sua disciplina para escrever 179 livros

Publicado em 10/05/19. Atualizado em 13/08/19.

A escritora americana Danielle Steel escreveu 179 livros ao longo de 46 anos. Esses livros foram traduzidos para 43 línguas e venderam mais de 600 milhões de exemplares. Vinte e dois deles foram adaptados para a TV, sendo que duas produções foram nomeadas ao Globo de Ouro.


Segundo a revista Glamour, Danielle escreve sete novos livros por ano. Para conseguir esse feito, ela trabalha  de 20 a 22 horas por dia e, quando necessário, chega a trabalhar em sua mesa por 24 horas.

Em 1989, a escritora entrou para o Guinness World Records por um de seus livros que figurou na lista dos mais vendidos do The New York Times por 381 semanas consecutivas.

A disciplina de Danielle Steel




A escritora escreve suas obras em seu home-office em São Francisco, Califórnia, em sua mesa artesanal onde três de seus livros de maior sucesso foram talhados em madeira:  Star, Heartbeat e Daddy. Às vezes, ela também escreve em sua casa em Paris. Em ambos os lugares ela escreve usando uma máquina de escrever Olympia 1946 que ela apelidou de Olly. Ela teve cerca de 15 máquinas em sua carreira, mas admite que elas não são muito boas para trabalhar.

Em seu escritório há uma mensagem que diz: “Não há milagres. Há apenas disciplina”. Danielle segue a frase ao pé da letra. Ela vai para o escritório – que fica no final do corredor do quarto dela – todos os dias às 8h. No café da manhã, ela come uma torrada e toma um café descafeinado gelado. Durante o dia ela belisca barrinhas de chocolate.

“Morta ou viva, faça chuva ou faça sol, eu vou para minha mesa e faço meu trabalho. Às vezes, eu termino um livro de manhã e, até o fim do dia, eu já comecei outro projeto”, conta ela.

Aos 71 anos, Danielle explica que a razão de sua energia é sua produtividade e a capacidade de seguir em frente quando ela ’empaca’. “Eu continuo trabalhando. Quanto mais você se esquiva do material, pior fica. É melhor continuar e terminar com 30 páginas que você pode corrigir depois do que apenas sentar lá com nada”, aconselha.  Além disso, ela tem pouco sono e diz que, se dormir por quatro horas, já é uma noite boa pra ela.

Danielle conta que, aos 19 anos, tinha seu primeiro livro escrito, mas que demorou para conseguir que fosse publicado. Ela prometeu que se conseguisse vender um livro, desistiria da ideia de ser escritora e iria focar em começar uma família.


A escritora cresceu na Europa e foi casada com dois homens que não gostavam do fato de ela trabalhar. Com nove filhos, ela escrevia enquanto as crianças dormiam. Hoje, de acordo com a Forbes, Danielle tem um patrimônio líquido estimado em 350 milhões de dólares (cerca de 1,4 bilhão de reais). 

Reprodução/Arquivo pessoal

+ Nora Roberts processa escritora brasileira por plágio

O livro A Amante, publicado no Brasil em 22 de abril pela Editora Record, é o mais recente lançamento da autora no país.

Fonte: Glamour

Comments

0 comments

Etiquetas
Mostrar mais

Flávia

Escrevo sobre quase tudo, principalmente livros, séries, viagens, idiomas, educação, futebol e saúde. Também sou redatora e editora na Contentools e na Blasting News, e redatora na Contteudo e PostSpot.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios