BrasilEntretenimentoNotícias

Internautas pedem boicote à Natura após propaganda com beijo lésbico

A marca de cosméticos Natura lançou campanha para divulgar a sua nova coleção de batons, "Coleção do Amor". Internautas pedem boicote.


A marca de cosméticos Natura lançou campanha para divulgar a sua nova coleção de batons, “Coleção do Amor”. Pouco depois, internautas passaram a usar a hashtag #BoicoteNatura nas redes sociais.




A campanha foi ao ar segunda-feira (13) e a hashtag passou a ser usada terça-feira (14). Na propaganda, são mostrados três casais e, no final, eles se beijam. Os casais são uma drag queen e uma mulher (Nathalia e Beatriz); uma mulher transexual e uma mulher (Dominich e Gabi); e duas mulheres (Hadassa e Dayane). O slogan da campanha é “No camor cabem todas as cores”.

A hashtag #BoicoteNatura apareceu no topo entre as mais comentadas do Twitter durante toda a manhã de terça-feira (14). Internautas acusam a Natura de ser “militante” e afirmam que “quem lacra não lucra”. A hashtag também fez muitos internautas elogiarem e apoiarem a marca.


A Natura se pronunciou sobre a polêmica. “A Natura acredita no valor da diversidade. Isso está expresso em nossas crenças há mais de vinte anos, em nossas campanhas publicitárias, projetos patrocinados e em nosso corpo de colaboradores. Com o lema ‘No amor cabem todas as cores’, a nova coleção de maquiagem FACES reforça o apoio da marca à causa LGBT+, incentivando o orgulho de ser quem é e amar quem quiser”, afirmou a marca de cosméticos.




Assista à campanha abaixo.

Comments

0 comments

Etiquetas
Mostrar mais

Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios