Centro-OesteNotícias

Menino Rhuan Maicon da Silva Castro foi decapitado vivo

Em casa, elas ainda tinham partes do corpo dentro de mochilas. As duas estão presas desde o dia 1 de junho.




O laudo do caso do menino Rhuan Maicon da Silva Castro, de 9 anos, foi divulgado pela Polícia Civil do Distrito Federal. De acordo com o documento, a criança foi decapitada viva e depois foi esfaqueada 11 vezes nas costas.

Morre Rafael Miguel, o Paçoca de Chiquititas; veja fotos


As autoras do crime foram Rosana Auri da Silva Cândido, 27 anos, mãe do menino Rhuan, e sua companheira Kacyla Pryscila Santiago Damasceno Pessoa, 28. O crime aconteceu em Samambaia, região administrativa do Distrito Federal.

Depois de matarem a criança, elas esquartejaram o corpo e tentaram queimar na churrasqueira da casa, mas não conseguiram. Como o plano não deu certo, as assassinas colocaram o corpo em uma mala e jogaram a mala em um bueiro.

Em casa, elas ainda tinham partes do corpo dentro de mochilas. As duas estão presas desde o dia 1 de junho.

Rosana Auri da Silva Cândido e Kacyla Pryscila Santiago Damasceno Pessoa também criavam uma menina, filha de Kacyla, que foi encaminhada ao Conselho Tutelar. Há suspeita de que os dois seriam mantidos em cárcere privados, já que não frequentavam a escolha e não eram vistos por pessoas que moravam perto delas.

De acordo com a polícia, o  menino Rhuan Maicon da Silva Castro teria tido o pênis cortado pela mãe, um ano antes.


Rosana Auri da Silva Cândido é do Acre e perdeu a guarda do filho há cinco anos. Depois disso, fugiu com a criança. Para a polícia, ela disse que assassinou a criança por que o garoto trazia a lembrança do seu relacionamento antigo.



Comments

0 comments

Etiquetas
Mostrar mais

Milena

Escreveu para sites como Yahoo e Dona Giraffa e atua em plataformas com produção de conteúdo. É formada em medicina veterinária, mas trabalha exclusivamente com redação desde 2013. Contato: milena@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios