Ciência e SaúdeSaúde

Hérnia de disco: identificação, prevenção e tratamentos

A hérnia de disco é uma lesão que pode acontecer em qualquer parte da coluna, contudo, é muito mais comum na lombar e cervical. Dor nas costas são comuns e boa parte da população ainda irá passar por isso.

Apesar de ser comum, existem casos que podem ser realmente bastante dolorosos, limitando o indivíduo e diminuindo sua qualidade de vida. E não somente dor, há várias outras repercussões como fraquezas que podem deixar o indivíduo vulnerável a acidentes.

Curioso para saber mais sobre essa dolorosa condição de saúde? Continue lendo esse texto, separamos um conteúdo rico sobre esse assunto!

Mas o que é a hérnia de disco e como identificá-la?

Quando uma vértebra da coluna sai da sua posição convencional é quando chamamos de hérnia de disco. Isso acontece por inúmeros motivos e muitas vezes requer uma intervenção cirúrgica, podendo ser até necessário substituir por a estrutura afetada por uma vértebra artificial.

A condição em si é um pouco mais complexa que um simples deslocamento. Imagine que a coluna vertebral é composta por vários ossos empilhados, para evitar que eles se atritem existe uma substância gelatinosa entre cada um deles e também um revestimento ao redor da estrutura.

A condição tema desse texto pode aparecer quando esse revestimento externo é avariado. Isso permite que essa substância gelatinosa saia do seu lugar, assim, caracterizando a hérnia.

Mas como identificar essa situação?

Ao ser acometido por essa condição, o deslocamento de substâncias que deveriam estar confinadas gera uma irritação no tecido ao redor, especialmente os nervos e isso tem sérias consequências.

Os principais sintomas observados são:

  • Dor na cervical, tórax ou lombar;
  • Dores irradiadas nos braços ou pernas;
  • Problemas em realizar movimentos com o pescoço;
  • Formigamento ou câimbras nos braços ou pernas;
  • Fraqueza nos membros;
  • Problemas para controlar urina ou fezes em casos graves.

Caso você sinta algum desses sintomas ou uma combinação deles você deve procurar imediatamente um médico. Você pode ser atendido por um clínico geral, ortopedista ou neurologista.

Em casos mais leves há somente uma dor nas costas que não melhora. Sendo assim, é difícil saber que você realmente está com um problema mais sério de coluna sem uma consulta médica apropriada.

Ademais, os sintomas também dependerão da altura que a hérnia está localizada. Caso seja na cervical, muito provavelmente os sintomas afetarão os braços e se for na lombar, afetará as pernas.

Sendo assim, fique atento aos sinais e sintomas que o seu corpo está te dando. Especialmente se você tiver mais de 45 anos, trabalhe com levantamento de peso ou outros esforços repetitivos.

Como é o tratamento?

O tratamento para casos mais leves envolve repouso, medicação para manejar a dor e fisioterapia. Normalmente as 6 primeiras semanas de tratamento já recuperam o indivíduo totalmente e ele já pode voltar a suas atividades normais.

Ainda é possível realizar compressas quentes e frias e a imobilização da área para ajudar a controlar a dor.

Uma outra abordagem também é a cirurgia, contudo, somente é indicada em casos mais graves quando o paciente já tem uma fraqueza mais estabelecida. Como dificuldade de ficar em pé, por exemplo.

Como prevenir?

Hérnia de disco é algo que tem muito a ver com genética, dessa forma, se você tiver alguém que tem ou já teve, é bom se cuidar para não desenvolver.

A principal forma de prevenir-se é através de exercícios que fortaleçam tanto as costas quanto o abdômen. Músculos mais fortes são sinônimo de melhor sustentação para todo o seu corpo.

Manter uma postura adequada também contribui para a saúde da sua coluna vertebral. E se trabalha carregando peso, também fique atento as técnicas corretas a fim de aliviar o estresse sobre suas costas.

Tudo isso ajudará a prevenir, mas não há como saber se uma pessoa irá ou não desenvolver essa condição. Sendo assim, ficar atento aos sintomas é primordial para identificar tudo ainda no começo.

Comments

0 comments

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios