BrasilNotíciasSão PauloSudeste

Coronavírus: Uso obrigatório de máscara no transporte público de SP começa nesta segunda-feira (04)

A partir desta segunda-feira (04), será obrigatório o uso de máscaras dentro de ônibus intermunicipais, frota da capital paulista, trens da CPTM, metrô e também para passageiros e motoristas de táxis e aplicativos de transporte. A medida vale para todo o estado de São Paulo e foi adotada como combate à transmissão do coronavírus.




Para não ser barrado ao usar o transporte público a caminho de algum compromisso, o passageiro deve usar qualquer tipo de máscara. A máscara pode ser descartável, profissional ou caseira, feitas com pano ou lenços amarrados. É recomendado que a máscara tenha camada dupla de tecido para que a proteção seja maior.

+ Saiba quais vias serão bloqueadas em São Paulo a partir de segunda-feira (04)

O passageiro que for flagrado sem máscara pode ser impedido de usar o transporte público. De acordo com o governo, as empresas e prestadores de serviço devem fiscalizar e proibir a entrada e permanência de passageiros sem máscara no interior das estações de trens e metrô, vagões e ônibus. As empresas serão fiscalizadas pelos “órgãos estaduais e municipais e advertidas se for identificado o não cumprimento da determinação. Depois da advertência, serão multadas”, de acordo com o governador João Doria.

“Tenho certeza que essa medida será seguida também por decretos municipais dos demais prefeitos do Estado de São Paulo para tornar obrigatório o uso de máscaras no transporte coletivo. A obrigatoriedade é válida também para táxis e aplicativos, e a especificação será feita pelas prefeituras municipais”, disse Doria.

+ Qual a diferença entre quarentena e lockdown?

A medida é uma das ações do governo para conter o ritmo de contaminação pelo novo coronavírus. “Usar máscara é uma medida de cuidado pessoal e um gesto que demonstra respeito a quem está ao seu lado. Se todos colaborarem, vamos juntos vencer o coronavírus e sair dessa crise”, disse Alexandre Baldy, Secretário dos Transportes Metropolitanos.




Bruno Covas, prefeito de São Paulo, informou que as empresas que não respeitarem o decreto pagarão multa de R$ 3.300 por dia para cada ônibus com passageiros sem máscara. Não há multa para passageiros, mas apenas para empresas e operadoras de transporte.

Etiquetas
Mostrar mais

Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios