NotíciasPolítica

Teich pede demissão após menos de um mês no governo Bolsonaro

Nelson Teich, ministro da Saúde, se demitiu do cargo nesta sexta-feira (15), antes de completar um mês na pasta. O motivo da demissão não foi informado em nota.




Essa é a segunda saída de ministro da Saúde durante a pandemia do novo coronavírus. Teich, que tomou posse dia 17 de abril, substituiu Luiz Henrique Mandetta. Os dois tiveram discordâncias com Jair Bolsonaro sobre as formas de combater o coronavírus.

Nos últimos dias, o ministro e Bolsonaro tiveram algumas concordâncias. O presidente adicionou salões de beleza, barbearia e academias de ginástica nas atividades essenciais e o ministro foi informado sobre a mudança ao vivo, em coletiva de imprensa. Houve discordâncias também sobre o plano com diretrizes para saída do isolamento, que o presidente defende uma flexibilização mais ampla e imediata.

Houve também discordâncias sobre o uso da cloroquina no tratamento do coronavírus. Apesar dos estudos mais recentes indicarem que a droga é ineficaz contra a Covid-19, o presidente Bolsonaro insiste em alterar o protocolo do SUS e permitir que o remédio seja usado desde o início do tratamento.

Na manhã desta sexta-feira (15), Teich participou de reunião no Palácio do Planalto, com Bolsonaro. Após a reunião, ele voltou para o prédio do Ministério da Saúde e anunciou demissão em seguida.




Etiquetas
Mostrar mais

Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios