BrasilNotícias

Coronavírus: Brasil tem mais de mil mortes registradas nas últimas 24 horas

Nesta terça-feira (19), o Brasil registrou mais de mil mortes registradas nas últimas 24 horas pelo novo coronavírus. Foram registradas novas 1.179 mortes.




Segunda-feira (18), o país havia 16.792 mortes de casos confirmados de Covid-19. Agora, são 17.971 mortes. Foram 17.408 novos casos confirmados registrados nas últimas 24 horas: eram, ao todo, 254.220 casos segunda-feira e, nesta terça-feira, são 271.628 casos confirmados.

O número não representa a quantidade de mortes nesta terça-feira. Segundo o Ministério da Saúde, 225 mortes foram registradas nos últimos três dias. Também de acordo com o Ministério da Saúde, atualmente há 146.863 brasileiros em acompanhamento e 106.794 se recuperaram do coronavírus.

Com os mais novos números, o Brasil se junta a outros quatro países que já registraram mais de mil mortes em 24 horas: Estados Unidos, que registrou 2.612 mortos no dia 29 de abril, França, que registrou 1.417 mortos no dia 7 de abril, China, que registrou 1.290 mortos no dia 17 de abril, e Reino Unido, que registrou 1.172 mortos no dia 29 de abril. Os dados são da Universidade John Hopkins.




Espanha e Itália, dois dos países mais afetados pelo novo coronavírus, não tiveram mais de mil mortes registradas em 24 horas. Espanha teve 961 mortes registradas no dia 2 de abril e Itália, 919 mortes registradas no dia 27 de março.

Além das 1.179 mortes por coronavírus, o Brasil registrou, nas últimas 24 horas, mais 750 mortes por insuficiência respiratória e 803 por pneumonia.

Etiquetas
Mostrar mais

Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios