NotíciasRio2016

Ryan Lochte perde o quarto patrocínio após mentir sobre assalto




Os patrocinadores estão encerrando o contrato com o nadador norte-americano Ryan Lochte, após ele inventar um assalto enquanto estava nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. A quarta a informar que vai deixar de apoiar o atleta foi a empresa de colchão Airwave, nesta segunda-feira (22).

A Ralph Lauren, a Syneron-Candela e a Speedo também decidiram encerrar as parcerias com o nadador Lochte

“Nosso acordo com Ryan Lochte era patrociná-lo durante os Jogos do Rio. Depois de uma cuidadosa avaliação, tomamos a decisão de terminar nossa parceira com Ryan Lochte. Continuamos comprometidos em apoiar a equipe dos Estados Unidos e os atletas que estão se preparando para os Jogos Paralímpicos”, informou.

A Ralph Lauren também deixou claro que as equipes dos Estados Unidos continuarão a ser patrocinadas. “A Ralph Lauren continua a patrocinar orgulhosamente as equipes olímpica e paralímpica dos Estados Unidos e os valores que os seus atletas incorporam”, disse a empresa, que explicou a situação do atleta. “O acordo da Ralph Lauren com Ryan Lochte foi especificamente para os Jogos Olímpicos Rio-2016 e a empresa não vai renovar seu contrato”, avisaram.

A Syneron-Candela também lançou um comunicado oficial. “Nós mantemos nossos funcionários sob alto padrão, e esperamos o mesmo de nossos parceiros de negócios”, disse. “Desejamos sucesso a Ryan nos seus esforços futuros e agradecemos pelo tempo que ele gastou apoiando nossa marca”, acrescentou a empresa.

Lochte emitiu um comunicado sobre o término do patrocínio




Depois que a Speedo avisou publicamente que o nadador não seria mais patrocinado, ele emitiu um comunicado. “Eu respeito a decisão da Speedo e estou grato pelas oportunidades que a nossa parceria me deu ao longo dos anos. Estou orgulhoso das realizações que alcançamos juntos”, ressaltou.

Etiquetas
Mostrar mais

Milena

Escreveu para sites como Yahoo e Dona Giraffa e atua em plataformas com produção de conteúdo. É formada em medicina veterinária, mas trabalha exclusivamente com redação desde 2013. Contato: milena@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios