EntretenimentoLiteratura

Resenha: ‘Coroa da Meia-Noite’ – Sarah J. Maas


tronodevidro

Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 406
Série: Trono de Vidro
Classificação: 5/5 estrelas
Resenha por: Flávia Resende (Leituras e Fuxicos)

Sinopse (Skoob): “Celaena Sardothien, a melhor assassina de Adarlan, tornou-se a assassina real depois de vencer a competição do rei e se livrar da escravidão das Minas de Sal de Endovier. Mas sua lealdade nunca esteve com a coroa. Tudo o que deseja é ser livre — e fazer justiça. Nos arredores do castelo, surgem rumores a respeito de uma conspiração contra misteriosos planos do rei, mas antes de cuidar dos traidores, Celaena quer descobrir exatamente que planos são esses. O que ela não imaginava é que acabaria em meio a uma perigosa trama de segredos e traições tecida ao redor da coroa. Enquanto a amizade entre ela e o capitão Westfall cresce cada vez mais, o príncipe Dorian se afasta, imerso em seus próprios dilemas e descobertas.A princesa Nehemia acaba se tornando uma conselheira e confidente, mas sua atenção está mais voltada para outros assuntos. Em Adarlan, um segredo parece se esconder por trás de cada porta trancada, e Celaena está determinada a desvendar todos eles para proteger aqueles que aprendeu a amar. Mas o tempo é curto, e as ameaças ao redor castelo de vidro estão cada vez mais próximas. Quando menos se espera, uma trágica noite mudará a vida de todos no reino, e mais do que nunca Celaena quer descobrir a verdade para fazer justiça.”

“Coroa da Meia-Noite” consegue ser ainda melhor do que o primeiro livro da série Trono de Vidro, que é ótimo também. Como a maioria dos personagens já haviam sido apresentados, neste livro há mais ação e mais descobertas bombásticas – muitas.

Celaena decide entre o príncipe Dorian e o capitão Chaol, mas certas coisas vão atrapalhar o relacionamento entre o escolhido – estranho seria se tudo desse certo para Celaena.

O clã das bruxas começa a ser introduzido através da Baba Pernas Amarelas, que chega com o parque contratado para o aniversário de Hollin, irmão do príncipe. E apesar de mencionarem que o menino é uma peste desde o primeiro livro, ele não tem nenhum capítulo pra mostrar suas maldades.

Outro novo personagem é Mort, a aldraba falante da porta que guarda o esconderijo da antiga rainha, Elena.

Neste livro, também é possível odiar ainda mais o rei de Adarlan. Ele entrou para minha lista dos personagens mais detestáveis da literatura.

Algumas marcas de Wyrd começam a ganhar significado e quando tudo parece que vai bem no castelo, um desastre acontece.

O livro termina com uma revelação que eu não desconfiava. Não sei se eu demorei a entender os significados ou se todos os leitores da série tiveram a mesma surpresa!!

A série “Trono de Vidro” vai ser adaptada para a TV com o nome do terceiro livro da série. Confira detalhes sobre a série “Queen of Shadows”.

Comments

0 comments

Etiquetas
Mostrar mais

Flávia

Escrevo sobre quase tudo, principalmente livros, séries, viagens, idiomas, educação, futebol e saúde. Também sou redatora e editora na Contentools e na Blasting News, e redatora na Contteudo e PostSpot.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios