Corpo encontrado em Ilha Comprida pode é de tripulante búlgaro

0




Na tarde desta quarta-feira (10), um corpo foi encontrado na cidade de Ilha Comprida, litoral sul do Estado de São Paulo, no Vale do Ribeira. Embora esteja em estado avançado de decomposição, a suspeita inicial era de que pudesse ser de um búlgaro e isso foi confirmado na tarde desta quinta-feira.

Veja também: Corpo de jovem desaparecida é encontrado no Vale do Ribeira

O estrangeiro teria caído de um navio no mar do litoral do Paraná, no início de agosto. De acordo com o Grupamento de Bombeiros Marítimos, na região não há registro de desaparecidos. O corpo, encontrado no Balneário Britânia por volta de 14h45, foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Registro.

A suspeita de que ele possa ser do homem que caiu no mar no início do mês se deu pelo fato de o corpo apresentar uma cicatriz no peito, que sugere que a pessoa tenha sido submetida a uma cirurgia cardíaca. Além disso, as outras características são semelhantes às do homem desaparecido no Paraná.

O corpo tem aproximadamente 1,75 metros de altura. É de um homem, com barba e bigodes raspados. Estava sem nenhum documento de identificação, mas vestia uma camiseta polo de malha na cor preta e bermuda jeans.

Representantes da agência Marítima Orion, responsável pelo navio “Slavyanka”, foram para Registro para tentar confirmar a identidade do corpo. Um dos tripulantes confirmou que era Radoslav Atanasov, de 49 anos.




Homens desaparecidos em Bertioga

Além do tripulante búlgaro, no início, suspeitou-se da possibilidade do corpo encontrado em Ilha Comprida ser de um dos pescadores que desapareceram em 29 de julho. Eles estavam entre Bertioga e a Ilha de Alcatrazes.

Familiares entraram em contato com o IML de Registro – SP, mas inicialmente, a possibilidade de ele ser um dos integrantes do barco Anjo Gabriel foi descartada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.