Presidente da Anatel, João Rezende renuncia a mandato

0




João Rezende, presidente da Anatel, renunciou ao cargo. Isso aconteceu com mais de dois anos de antecedência. Em sua carta de renúncia, ele disse que os motivos eram de ordem pessoal. A carta foi redigida a Michel Temer, presidente em exercício, e Gilberto Kassab, ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Ele permanece no cargo até 26 de agosto e, de acordo com o ministério, Juarez Quadros, ex-ministro, assumirá o lugar de João Rezende.

Relembre a polêmica

Ele era conselheiro da Anatel desde maio de 2009. Começou no cargo em dezembro de 2013 e seu mandato acabaria em novembro de 2018. Rezende era ligado a Paulo Bernardo, ex-ministro das Comunicações que virou réu na Operação Custo Brasil. A operação investiga desvio de recursos utilizando crédito consignado para servidores públicos. Ele era chefe de gabinete de Bernardo quando este estava comandando o Ministério do Planejamento. Rezende também foi presidente da Sercomtel, operadora telefônica de Londrina, Paraná.

Mais recentemente, Rezende teve sua imagem desgastada após dar declarações polêmicas sobre a franquia de dados na internet fixa. Ele disse que “a era da internet ilimitada” chegou ao fim. Por causa da pressão popular, voltou atrás em suas polêmicas declarações.

As empresas ficaram proibidas de reduzir velocidade de conexão ou cortar acesso, mas deputados e senadores ameaçaram criar a uma CPI para investigar a Anatel. A OAB havia defendido o afastamento de Rezende na época. Nas redes sociais, internautas pediram “impeachment” de Rezende.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.