TSE pede investigação de campanha de Aécio

0




Maria Thereza de Assis Moura, ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou que as contas da campanha de Aécio Neves sejam apuradas. O procedimento é parecido com o que Gilmar Mendes, atual presidente da Corte, adotou no caso das contas de Dilma Rousseff. A ministra falou sobre a importância de “garantir a paridade de tratamento” nos processos de prestação de contas da campanha eleitoral para justificar o seu pedido.

Leia também: Presidente do PT descarta proposta de Dilma sobre novas eleições

A ministra solicitou que a assessoria técnica do Tribunal Superior Eleitoral verifique, com ajuda do Tribunal de Contas da União e da Receita Federal, nove empresas.

Em outubro de 2015, o PT alegou ao TSE que há notícia de “irregularidades graves” nas contas de Aécio e que isso precisava ser verificado. O PT pediu que as informações sobre as nove empresas fossem encaminhadas aos mesmos órgãos de investigação que apuram as contas de Dilma.

Em agosto de 2015, técnicos do TSE apontaram 15 “inconsistências” nas informações sobre despesas, transferências e receitas nas prestações de conta de Aécio.

Caso as contas do senador sejam rejeitas ou aprovadas com ressalvas, o seu mandato não sofre nenhuma interferência. O que aconteceria, no máximo, seria aplicação de multa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.