Ex-BBB é condenado a 12 anos de prisão por estupro de vulnerável

0

O ex-BBB Laércio de Moura, que participou da 16ª edição do reality show, está preso desde maio de 2016.




Nesta terça-feira (12), foi divulgado que o ex-BBB foi condenado a 12 anos de prisão por crime de estupro e vulnerável, além de armazenamento de material, vídeos e fotos, com cenas de sexo explícito com adolescente e criança. Ele foi condenado pela Vara de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos de Curitiba.

As provas que incriminaram Laércio foram encontraram em seus celulares, computador e pen drives. A vítima do crime, que aconteceu em 2012, seria uma adolescente de 13 anos (idade na época).

Laércio está envolvido em polêmicas desde que participou do reality show. Quando seu nome surgiu entre os participantes, várias denúncias foram feitas nas redes sociais. Na época, surgiram os boatos de que ele fazia sexo com meninas menores de idade e oferecia álcool a elas. Em seu perfil no Facebook, desativado quando ele estava no programa, o curitibano se definia como “efebófilo”, nome dado a quem sente atração sexual por adolescentes.

No confinamento, ele se envolveu em briga contra Ana Paula. A mineira criticava o comportamento de Laércio constantemente e a forma com que ele olhava para as participantes mais novas. Numa das brigas, Ana Paula chamou Laércio de “pedófilo”. os dois se enfrentam no paredão dia 2 de fevereiro, e Laércio foi eliminado com 54% dos votos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.