Padre teve relação com ex-coroinha antes de ser assassinado

0



A polícia concluiu que o Padre Pedro Gomes Bezerra teve relações sexuais com um ex-coroinha antes de ser assassinado por ele. O caso aconteceu em Borborema, na Paraíba. O corpo do sacerdote foi encontrado no dia 24 de agosto.

Veja também; Padre é encontrado morto com 29 facadas e sem roupas; veja vídeo

‘Tinha o sonho de ser veterinário’, lamenta mãe de universitário assassinado

O suspeito segue foragido. Um adolescente, que é suspeito de ter participado do crime também, foi apreendido. Em depoimento ele chegou a contar que o assassinato aconteceu depois do consumo de bebidas alcoólicas e tentativa, por parte do padre, de fazer sexo com ele. O adolescente foi condenado a cumprir medida socioeducativa.

Entenda o caso

O padre Pedro Gomes Bezerra, de 49 anos, foi assassinado à facadas em Borborema, Brejo paraibano. O corpo foi encontrado dentro da sua casa, que estava revirada.

O carro do sacerdote não estava na garagem, mas o local não foi arrombado.  A polícia descartou latrocínio (roubo seguido de morte) e acredita que o padre Pedro Gomes Bezerra conhecia o assassino.

O agressor teria entrado, conversado e passado mais de uma hora com o sacerdote, em conversa amigável. Depois disso, de acordo com a investigação da polícia, houve luta corporal e o padre recebeu 29 facadas.

A polícia ouviu vizinhos e amigos do sacerdote e continua investigando o caso. Embora o veículo tenha desaparecido, o dinheiro da paróquia não foi levado.



O carro foi encontrado abandonado na zona rual do município de Solânea, a cerca de 15km do local do assassinato. A polícia acredita que o automóvel tenha sido usado apenas para a fuga do agressor. O padre estava sem roupas, caído na sala de jantar, muito machucado. O enterro foi realizado no dia 24, em Guarabira.











Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.