BBB 18: Ana Paula se defende sobre comentários feitos sobre Gleici; saiba mais

0

Finalizando o seu dia de entrevistas, Ana Paula participou da Mesa Redonda da Rede BBB na tarde desta quarta-feira (14). A ex-sister foi a terceira eliminada da edição, com 89,85% dos votos.




A ex-participante do BBB 18, que alcançou recorde de rejeição em paredão triplo da história do programa, explicou o motivo que a fez dar a imunidade ao Poder do Veto para Kaysar. Com a imunidade, Kaysar não poderá ser vetado da próxima Prova do Líder por Diego. “O meu raciocínio foi estratégico. Quem ganhou [a última Prova do Líder] foi Diego, ele não vai vetar ninguém que estava do meu lado. Acredito que ele vai vetar alguém do outro lado. Não dei para para a Patrícia porque quis dar uma força para o Kaysar. Ele disse que queria ganhar o próximo Líder. Foi meio que uma indireta. Tenho muito medo dele ser ameaçado nas próximas semanas”, explicou.

Leia também: ‘Se tivesse ido ao paredão com outras pessoas, talvez eu continuaria no BBB 18’, diz Ana Paula no Mais Você

Assim como aconteceu em sua entrevista no chat pós-eliminação e no Mais Você, Ana Paula elogiou bastante o sírio. “Não sei exatamente a história do Kaysar, mas sempre que conversei com ele, senti a dor que ele sente. Ele tentava me alertar. Ele é uma pessoa incrível, não tem mentira, ele tem um coração puro. Ele não está mentindo. Não consigo imaginar a dor que ele passou”, disse ela, que descartou qualquer interesse romântico no sírio. “Ele é muito engraçado, não conseguia levar a sério. Se ele falava qualquer coisa para mim, me dava vontade de rir”.

Leia também: Após a eliminação de Ana Paula, quem você quer que vença o BBB 18? Vote!

Ana Paula descartou interesse em qualquer um dos homens do BBB 18. “O Wagner comentou que eu era o perfil que ele admirava. Mas nenhum dos rapazes da casa fazem o estilo de homem que me atrai. Não tinha ninguém do gênero e nem uma personalidade que me atraía”, disse ela.

A eliminada também comentou a desconfiança que Lucas tem em pensar que Kaysar pode estar intepretando um personagem. “O Lucas é equivocado em muita coisa. O Kaysar é alguém tão excepcional que a gente não entende”, disse ela.




Sobre ter recebido sete votos, Ana Paula acredita que não houve combinação, mas que alguns participantes compraram a briga de Mahmoud. “A gente não tinha certeza que eles tinham combinado o voto. Mas acredito que as atitudes do Mahmoud fizeram as pessoas votarem em mim. As pessoas compraram a dor dele, foi inevitável que votassem em quem ele tinha a maior rixa”, disse ela. “O voto do Breno foi uma surpresa. A Família Lima estava no paredão e a Gleici estava imune, talvez eu era a terceira opção dele”.

Leia também: Ana Paula é eliminada com 89,95% dos votos

Mara, primeira eliminada do BBB 18, também participou da Mesa Redonda. Ela confrontou muito Ana Paula sobre os comentários que ela fez às mulheres do confinamento. Ana Paula e Patrícia recebiam críticas diárias nas redes sociais pelo teor dos comentários que faziam às demais participantes, principalmente pelos comentários sobre Paula. “Não vejo questão de gênero. Não acho que as meninas estão sendo ameaçadas por serem mulheres. Não me dirigi por elas serem mulheres. Em nenhum momento as coisas que falei foi sobre as mulheres em geral, foi sobre a pessoa que elas eram. Nunca discriminei homens e mulheres, e sim quem era aquela pessoa em específico”, disse ela.

Um dos comentários que causou revolta nas redes sociais foi sobre Gleici e Wagner. Ana Paula afirmou que alguém como Wagner “nunca” teria interesse em Gleici na vida real. “A minha colocação foi porque ela é uma menina nova, só teve um namorado muito rápido, não tinha muitas experiências. Um homem mais velho com ela não teria nada a ver. Nunca falei que ela não era merecedora [do Wagner]. O Wagner que tinha opção de chegar nela, não eu. Em nenhum momento menosprezei. Meu ranço com Gleici e Paula foi porque nosso santo não bateu”, disse ela.




A eliminada também comentou a polêmica que causou entre Jaqueline e Mahmoud. Ana Paula contou para Jaqueline que Mahmoud havia inventado que ela prometeu lhe dar o Anjo. “Quando eu recebi a informação, eu pensei: por que Mahmoud não foi falar com a Jaqueline? Eu acreditava que ele não tinha ido porque era mentira dele. Quando o momento era propício, eu falei para Jaque. Mas ela fez o que quis com a informação. Se ela esqueceu ou pegou a informação e deturpou, a culpa não foi minha. Eu só avisei. A reação dela, ao meu ver, confirmou que Mahmoud estava mentindo. Cada cabeça uma sentença”, explicou.

Leia também: ‘Nada do que falei foi ofensivo’, diz Ana Paula após ser eliminada

Por fim, Ana Paula defende a sua estratégia de combinar votos no BBB. Ela, Patrícia, Diego, Wagner, Viegas, Caruso e Nayara formaram o grupo de sete pessoas; os sete combinaram votos nas três semanas de confinamento. “A combinação de votos é inevitável. Eu não queria ir para o primeiro paredão com meus amigos. Tudo o que pensamos foi para não irmos juntos para o paredão. É o Brasil que escolhe quem vai ganhar, mas nós escolhemos quem vai para o paredão”, disparou.

Antes da Mesa Redonda chegar ao fim, a entrevistadora Fernanda Keulla perguntou a Ana Paula sobre os comentários pesados feitos sobre Gleici no Cinema do Líder de segunda-feira (12). Antes da resposta da eliminada, a entrevista teve que ser finalizada por falta de tempo.





Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.