Resenha: Sem Saída – Taylor Adams

0

Vamos falar sobre uma das leituras 5 estrelas do ano? Sem Saída, do autor Taylor Adams, lançado pela Faro Editorial recentemente, é um livro que te prende em todas as páginas! O que explica o fato desse livro fazer tanto sucesso no exterior e ter seus direitos adquiridos pela Fox.


Darby Thorne, uma jovem universitária, está dirigindo em uma noite de nevasca após receber uma mensagem da irmã avisando que a mãe delas está com câncer.

Tudo bem diferente do que ela havia programado para seu feriado de Natal, que era ficar em seu quarto no campus da universidade. Isso porque ela e a mãe brigaram na última vez que se falaram por telefone. Agora, ela precisa chegar até o hospital em outra cidade e falar com a mãe antes da cirurgia, marcada para o início da noite.




Na estrada, sem sinal de celular, com pouca bateria (e o carregador deixado para trás) e o limpador de para-brisas quebrado, ela é obrigada a parar em um centro de informações turísticas, onde já há três automóveis estacionados e quatro pessoas (três homens e uma mulher) em seu interior.

Ao sair novamente para procurar sinal de celular, Darby fica assustada ao ver uma menina presa em uma gaiola dentro de um furgão.

De quem é o veículo? Em quem ela pode confiar para ajudá-la no resgate da menina? De quem ela tem que ter medo? Uma escolha errada e ela coloca também sua vida em risco.

Ela logo começa a suspeitar de um dos personagens e escolhe quem pode ser seu aliado para salvar a menina. Ela conta seus planos e eles combinam quando atacar. A partir daí se prepare para uma história intensa, angustiante e intrigante. O autor nos transporta para dentro do livro e a sensação é que estamos lá vivendo os momentos tensos, com medo do que pode acontecer.

Sem contar que o sequestrador é sociopata, ou seja, “costuma mentir, infringir leis, agir impulsivamente e desconsiderar sua própria segurança ou a segurança dos outros”. Assustador, não? Por isso ele é o responsável pelas cenas mais fortes do livro.

 

+ Adaptação de Não fale com Estranhos, de Harlan Coben, estreia em janeiro na Netflix 

É cada reviravolta de tirar o fôlego! E o final? Estava tão tensa que tive que ler duas vezes para entender o que eu estava lendo!

O livro tem um título perfeito porque não há saída, não há pra onde correr!!

Se você gosta de literatura policial, não deixe de colocar esse livro em sua lista.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.