BBB 20: Após conversa sobre zoofilia, Mari e Felipe são chamados ao confessionário

0

No último fim de semana no BBB 20, conversa entre Mari Gonzalez e Felipe Prior sobre zoofilia irritou os internautas. A influencer afirmou que é “anormal” para eles sentirem atração por animais, mas há pessoas que “sentem tesão” e, por isso, está “tudo bem se quiserem” ter relações sexuais com os bichos.




“É anormal para a gente mas é normal para a pessoa, é tudo bem também”, disse Mari, após Felipe falar sobre pessoas que já praticaram zoofilia. “O Alemão, meu funcionário, manda ver nas cabras, tudo, o que tiver ele tá traçando, ele conta”, disse Felipe.

+ Bianca ou Chumbo? Quem você quer eliminar do BBB20? Vote na enquete

Apologia à zoofilia é crime e, por isso, o delegado e deputado estadual de São Paulo Bruno Lima afirmou ao jornal Extra que entraria com representação no Ministério Público no Rio de Janeiro. “Após esse triste episódio do ‘BBB20’, em que batem um papo sobre zoofilia, nossa equipe está estudando as medidas legais do que podemos fazer para não ficarmos só na teoria. Provavelmente vamos fazer uma representação no Ministério Público do Rio de Janeiro para apurarem os fatos. Zoofilia é crime, não é normal. Queria vê-los fazendo resgate de animal estuprado e falarem que é normal”, disse o deputado em seu Instagram sobre o episódio do BBB.

+ Internautas vibram com vitória de Pyong na prova Bate e Volta

Na tarde desta segunda-feira (27), Mari e Felipe foram chamados ao confessionário pela produção do BBB 20 para falar sobre o assunto. O pay-per-view não mostrou imagens dos dois participantes no confessionário. Mas, pouco depois, os dois conversaram brevemente sobre o assunto no Quarto Céu.

+ Entenda a briga entre Boca Rosa e Rafa Kalimann

“O que a gente falou?”, perguntou Felipe. “Nada demais. Não sei. (…) A gente tava falando de tara, de pé, aí falou outro exemplo, outro exemplo. E falou ‘Tem gente que ‘faz amor’ com animal’. (…) Aí você falou do seu amigo, ‘tem um amigo meu que faz'”, disse Mari. “Ah, já sei”, disse Felipe. “Acho que pode ter sido isso”, concluiu Mari.




“É porque eu falei, na brincadeira, como é o tratamento com os meninos da obra. Eles brincam comigo. Não foi na maldade”, justificou Felipe. “Eu sei que não foi”, disse Mari. “Foi vacilo”, afirmou Felipe. “Não. Eu acho que as pessoas interpretam mal”, disse Mari. “Foi na brincadeira”, concluiu Felipe.




Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.