Ilha Comprida: morte de bebê, por coronavírus, é confirmada

0

A Prefeitura de Ilha Comprida – SP confirmou, nesta quarta-feira (13) a segunda morte consequente de COVID-19 no município. Dessa vez, o coronavírus foi diagnosticado em um bebê, de apenas três meses de idade.




Segundo a nota da prefeitura, a criança ficou internada, na cidade de Registro, também no Vale do Ribeira, mas não resistiu.

Morre Ciro Pessoa, fundador do Titãs, pós contrair coronavírus

Boletim epidemiológico emitido na noite de hoje quarta 13/05 aponta novo óbito e eleva para dois o número de mortes por Coronavírus no município. O primeiro foi de uma senhora de 74 anos que faleceu no dia 09/04 após ser internada no Hospital Regional, em Pariquera-Açu. O óbito registrado hoje 13/05 foi de um bebê de três meses de idade que estava internado no Hospital Regional, em Registro.

De acordo com o Boletim, a Ilha também permanece com 24 casos confirmados de Covid-19, dos quais os dois óbitos, 21 altas médicas e uma pessoa em quarentena. A cidade soma ainda 8 suspeitos em isolamento domiciliar e 180 testes descartados. Fechada para o turismo desde o dia 19 de março, a Ilha permanece com barreira 24 horas na entrada da cidade e o Posto Avançado Covid 19 no Espaço Cultural Plínio Marcos, também em atendimento 24 horas.

Entre as medidas adotadas desde o início da pandemia, estiveram a contratação de laboratório credenciado para a realização de testes em todos os suspeitos para garantir o rápido diagnóstico e o rastreamento dos positivos, a compra de equipamentos de proteção aos profissionais de saúde e a adesão ao isolamento social. É obrigatório o uso de máscaras pela população e o comércio atende em sistemas de drive thru e delivery.


Decreto Municipal assinado segunda 12/05 amplia a quarentena e as medidas restritivas até o dia 31 de maio seguindo a determinação do Governo do Estado”, informa a nota oficial.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.