Cartões digitais: a forma de fazer compras seguras na internet

0

O futuro é digital. Quem quer negar isso está dentro de uma bolha e não está enxergando as transformações ao seu redor. As pessoas estão conectadas as redes sociais o tempo todo, as principais formas de entretenimento são por serviço de streaming e até as compras acontecem virtualmente. Se uma pessoa tiver o interesse de fazer as compras no mercado pela internet e quiser utilizar o Carrefour Soluções, ela consegue.



Mas outro sinal que a humanidade caminha a passos largos para um mundo virtual são os cartões de crédito digitais. Os novos bancos digitais, como Nubank, Agibank e Credicard Zero estão disponibilizando essa forma de pagamento para seus clientes. Ao invés de carregar o cartão fisicamente, é possível ter ele no próprio aplicativo do celular. Muito mais simples e prático.

Vantagens dos cartões digitais

O real motivo dos bancos digitais terem investido nessa forma de pagamento foi por segurança. Em uma pesquisa feita pelo SPC Brasil e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, cerca de 3,6 milhões de cartões de crédito foram clonados no Brasil entre abril de 2018 e 2019. Isso significa 40,4% de todas as fraudes registradas no período.

Além disso, foi levantado que 47,8% das clonagens de cartões foram feitas após compras pela internet. Através dos dados fornecidos pelo cliente, 37% dos criminosos os cartões para compras indevidas.

Observando esse enorme problema nessa forma de pagamento que os bancos passaram a investir no cartão de crédito virtual. É possível pedir o cartão virtualmente, através do aplicativo do banco. A principal vantagem dele é que possui um número, uma data de validade e um código de segurança diferente do cartão físico. E o melhor: depois de utilizá-lo em uma compra, é possível excluir e não usar mais. Isso evita que ele seja clonado e passe por um golpe. Não há como clonar um cartão que nem mais existe.

Além da segurança que oferece para seus clientes, o cartão digital também ajuda no bolso. Ele não possui anuidade e não precisa pagar nenhuma taxa para adquiri-lo. Basta fazer a requisição pelo celular e pronto, já pode usar da maneira que achar melhor.

São esses motivos que os bancos digitais estão atraindo cada vez mais os jovens e ganhando cada vez mais território aqui no Brasil. Eles oferecem serviços menos burocráticos, podendo resolver problemas enquanto está sentado no sofá de casa, ou até mesmo numa pausa durante o serviço. Não há a necessidade de pagar filas, retirar senhas e ter que ouvir propostas desnecessárias do gerente da agência.

Cartões digitais x público mais velho

Mesmo sendo um sucesso entre os jovens, os bancos digitais ainda não conseguiram atrair tanto as pessoas da terceira idade. E por qual motivo eles deveriam mirar esse público? Pessoas acima dos 50 anos de idade foram as que mais sofreram com clonagem de cartão segundo a pesquisa do SPC Brasil e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas. Essa pode ser uma maneira para o número de fraudes diminuir.

Uma forma que os bancos estão tentando atrair ainda mais pessoas para ter um cartão digital são os benefícios. A Mastercard, bandeira da maioria dos cartões virtuais, permite que compras nos cartões se transformem em pontos do Mastercard surpreenda. Cada compra que o cliente faz, pode ser convertida em pontos no final do mês. Esses pontos podem ser trocados por produtos, experiências em restaurantes e até passagens aéreas.



Já o NuBank oferece outro tipo de benefício. Ele criou um programa de benefícios chamado Rewards, onde os gastos com cartão também podem ser transformados em pontos. Mas ao invés de trocar por experiências, ele permite que abater gastos frequentes da fatura, como serviços de streaming e aplicativos, como Uber e IFood.

Em um período de coronavírus, onde a maioria das pessoas estão em casa e comprando muito mais produtos pela internet, ter um cartão de crédito digital pode fazer com que uma simples compra se torne muito mais segura.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.