Miguel morreu após ser largado sozinho em elevador

0

Miguel morreu, aos 5 anos de idade, após ter sido largado sozinho em um elevador, pela patroa da sua mãe. A tragédia aconteceu na última terça-feira (2). O menino caiu do nono andar, foi socorrido com vida, mas morreu no hospital, em Recife – PE.



O nome da patroa de Mirtes, mãe de Miguel, é Sarí Gaspar Côrte Real. Ela é esposa do prefeito de Tamandaré Sérgio Hacker. Era ela quem estava responsável por cuidar da criança, enquanto Mirtes havia descido com a cachorrinha da família para passear.

Cantora Fabiana Anastácio morreu após contrair coronavírus

Porém, como estava sem a mãe, o menino quis procurá-la. Miguel foi acompanhado por Sarí Gaspar Côrte Real, patroa de Mirtes, até o elevador. No vídeo, é possível ver ela conversando com ele e depois deixando o menino sozinho.

O garoto saiu do quinto andar, onde fica o apartamento da patroa de Mirtes, e acabou descendo no nono andar e não no térreo, como deveria, para encontrar a sua mãe. Esse é o único andar do conjunto conhecido como “Torres Gêmeas”, que não tem grade de segurança.

Sem saber onde estava, Miguel se pendurou em uma estrutura metálica, para procurar a mãe, e acabou caindo. Mirtes, que havia acabado de chegar do passeio com a cachorra, viu o filho no chão. O menino foi socorrido por um médico que mora no Condomínio Píer Maurício de Nassau e levado pela ambulância para o hospital



Porém, após cair de 35 metros de altura, Miguel morreu. Normalmente, o menino ficava com a avó, que revezava com Mirtes para trabalhar para a família de Sarí Gaspar Côrte Real. Porém, nesse dia, ela precisou ir buscar remédio e ir ao banco. Por isso, o menino foi para o trabalho com Mirtes, como já havia acontecido outras vezes.

A patroa de Mirtes, Sarí Gaspar Côrte Real, foi levada para a delegacia, pagou R$ 20 mil de fiança e vai responder em liberdade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.