Padre declara antes de morrer por coronavírus: ‘Nossa Senhora veio me visitar’

0

Padre Marcos Vinício Miranda Vieira, de 52 anos, morreu neste domingo (14). Ele estava internado há 55 dias e foi diagnosticado com coronavírus, segundo a Arquidiocese do Rio de Janeiro.




Bruno Covas está com coronavírus

Pároco da Paróquia São João Batista, em Rio das Pedras, padre Marcos era o vigário adjunto para a Caridade Social, vigário forâneo da 2ª Forania do Vicariato Jacarepaguá, conselheiro da Comissão de Recuperação de Patrimônios e coordenador da Cultura Religiosa da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

No dia 31 de maio, já internado, Padre Marcos acordou ao meio-dia, dizendo: “Nossa Senhora veio me visitar”. Ele também gravou um vídeo e agradeceu aos profissionais que o trataram e às pessoas que rezavam por ele.

“O que é a fé? Na prática, é um milagre. O impossível pode acontecer na vida, porque para Deus nada é impossível. Quando fui levado ao coma, eu entreguei a minha vida e meu serviço ao Senhor”, disse.

O padre nasceu em Juiz de Fora – MG e era filho de Marcos José Carpimi Vieira e de Maria das Graças Miranda Vieira. Ele fez aniversário em 20 de maio, já hospitalizado.

Formado em filosofia pela PUC, em teologia pelo Instituto São Tomás de Aquino, ambos em Belo Horizonte (MG); fez bacharelado em teologia na Pontifícia Universidade Salesiana, em Roma, e cursou graduação em psicologia e mestrado em teologia pela PUC-Rio.

A missa de corpo presente do padre Marcos Vinício foi realizada hoje às 9h e presidida por Dom Orani, no jardim do Palácio São Joaquim, na Glória. O enterro de padre Marcos foi realizado no Cemitério Municipal de Juiz de Fora.




Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.