Auxílio emergencial: veja como a Defensoria Pública da União pode ajudar

0

Trabalhadores que tiveram o auxílio emergencial negado poderão contar com o auxílio da Defensoria Pública da União. O atendimento vai começar a ser feito nesta segunda-feira (22) e a pessoa não precisa ir ao local.




Aplicativo para consultar Pis/Pasep

Calendário PIS/Pasep 2020: veja quando você vai receber

Para evitar aglomerações e deslocamentos, a Defensoria Pública solicita que os interessados entrem em contato de forma remota. A DPU está presente em todas as capitais e em mais 43 cidades do interior. Apenas esses locais prestarão atendimento aos solicitantes do auxílio emergencial que não foram beneficiados.

Nas demais localidades, as pessoas devem procurar por um advogado particular ou pela subseção da Justiça Federal que responde pelo município.

Embora a Defensoria Pública da União vá ajudar, ela não será a responsável pelo pagamento do auxílio emergencial. O acordo firmado com o governo sobre o auxílio emergencial visa permitir análise mais rápida dos casos em que a pessoa tem de fato o direito, mas teve o benefício negado.

Os trabalhadores que já entraram em contato com a DPU anteriormente, não precisam voltar a fazê-lo. Nesse caso, é preciso aguardar que o defensor público federal responsável pelo caso entre em contato. No geral, a análise será rápida.

Para ter acesso ao contato da Defensoria Pública da União mais próxima acesse: www.dpu.def.br/contatos-dpu



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.