Auxílio emergencial é prorrogado por mais quatro parcelas de R$ 300

0

Na manhã desta terça-feira (01), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou a prorrogação do auxílio emergencial. O programa do governo será prorrogado por mais quatro parcelas de R$ 300. A decisão foi acertada durante reunião com líderes dos partidos no Palácio da Alvorada. A prorrogação entra em vigor após o governo publicar Medida Provisória (MP).




“O valor definido agora é um pouco superior a 50% do valor do salário mínimo, ou melhor, do Bolsa Família. Então, nós decidimos aqui, até atendendo a economia, em cima da responsabilidade fiscal, fixá-lo em R$ 300”, afirmou Bolsonaro.

A equipe econômica do governo avaliou que os brasileiros ainda precisam de apoio financeiro, por causa da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus. O programa tem custo médio de R$ 50 bilhões por mês. Por causa do alto custo, o governo afirmou que o valor precisava ser menor que os atuais R$ 600. Para que o auxílio tenha um novo valor, ele deve ser aprovado pelo Congresso Nacional.

O auxílio emergencial foi inicialmente criado para pagar três parcelas de R$ 600. Posteriormente, foi prorrogado pela primeira vez, por mais duas parcelas de R$ 600. Os beneficiários do Bolsa Família terminaram de receber a quinta – e até agora última – parcela nesta segunda-feira (31).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.