Eleições 2022 podem ter voto pelo celular ou internet, afirma TSE

0

Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou que há a possibilidade de votação online, por aplicativo de celular ou sites, nas eleições 2022. Barroso testou aplicativo de reconhecimento facial, feito para aprimorar o sistema eleitoral do Brasil.




Segundo Barroso, comissão do TSE irá estudar proposta. Se uma for considerada satisfatória, pode ser implementada já nas eleições 2022, mas gradualmente. Em setembro, o TSE abriu edital de chamamento público para empresas apresentarem propostas de votação online. Ao todo, 31 empresas enviaram sugestões. Das 31, 26 estão fazendo demonstrações neste domingo (15).

Quatro delas foram apresentadas em Valparaíso (GO) para Barroso e Edson Fachin, vice-presidente do TSE. As demais foram apresentadas em São Paulo e Curitiba.

Barroso explicou que as urnas eletrônicas são seguras, mas ficam obsoletas muito rápido e demandam custo elevado para serem substituída. “Nós convocamos empresas de tecnologia a apresentarem soluções tecnológicas para que a votação possa ser feita pelo próprio dispositivo do eleitor, seja seu telefone celular, seja seu tablet ou eventualmente seu computador”, disse Barroso. “O objetivo, portanto, é esse: baratear o custo da eleição digital brasileira e evitar as complexidades que a cada dois anos nós temos com procedimentos de licitação”.

“Vai depender da segurança que nós possamos ter com as alternativas oferecidas. Nós temos um teste tríplice: segurança, sigilo e eficiência. Se algum se modelo se mostrar confiável, eu imagino que sim, já possamos começar a implementar em 2022. Provavelmente será uma implementação progressiva, e não um estalar de dedos em que se mude tudo”, continuou.




Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.