Covid em alta: Pernambuco proíbe festas de Natal e Ano Novo em 2020

0

Nas últimas semanas, Pernambuco apresentou aumento no número de casos de covid-19. Por causa disso, o governo do estado anunciou que estão proibidas as realizações de shows, festas e eventos, com ou sem cobrança de ingresso. A proibição vale independente do número de participantes. Para completar, festas de Natal e Réveillon de qualquer tipo estão proibidas, incluindo em clubes, hotéis e condomínios.




A medida foi tomada após apelo do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, que verificou alta preocupante em Pernambuco. Atualmente, está em 88% a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Esse é o maior nível de ocupação desde junho.

O decreto com as medidas começou a valer nesta terça-feira (08), após publicação do Diário Oficial. As exceções que podem ser realizadas, cumprindo os protocolos de segurança, são casamentos, formaturas e eventos sociais semelhantes.

“Com base no atual momento epidemiológico, estamos proibindo a realização de shows e festas de Natal e réveillon, incluindo as realizadas em espaços públicos, condomínios, clubes, hotéis e estabelecimentos afins, com ou sem cobrança de ingresso”, disse o secretário estadual de Saúde André Longo. Desde ontem em vigor, o decreto vale para todo o estado.

De acordo com o secretário de Saúde, a semana epidemiológica de número 49, que foi finalizada no último sábado (05), foi a terceira semana de aumentos consecutivos nos números da pandemia do novo coronavírus em Pernambuco.

“Saímos de um quadro de oscilações para uma tendência clara de crescimento de casos”, disse o secretário. “Em menos de um mês reativamos 150 leitos, os últimos 20 abertos hoje. Continuamos nesse grande esforço de mobilização de insumos e recursos humanos para garantir a assistência às pessoas”.

Mesmo com o aumento da procura por hospitais no estado, o secretário de Saúde André Longo ainda não vê necessidade de reativar os hospitais provisórios.




Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.