O que considerar antes de comprar um carro usado?

0

A intenção de comprar um carro novo está sempre presente, mas a possibilidade de isso acontecer vai depender diretamente do orçamento disponível. Numa época em que a situação financeira não é das melhores, a possibilidade de comprar carros usados da Fiat é uma excelente opção.

Quem precisa de um veículo por causa do trabalho distante que exige viajar de ônibus ou trem por mais de uma hora, ou quem precisa de um carro para conseguir chegar no horário certo na faculdade que fica distante do escritório, têm a necessidade de comprar um veículo que facilite o seu dia-a-dia.

Como nem sempre é possível comprar um carro novo devido aos altos custos e um orçamento curto, a solução é um carro usado. Optar por algum dos modelos de carros usados Fiat é uma excelente escolha. Mas é necessário prestar atenção em algumas dicas antes de fazer esse investimento.

Recomendações para ter presente na hora da compra de um carro usado

Se a sua intenção é comprar carros da Fiat, Toyota ou Nissan, por exemplo, sempre será importante considerar alguns fatores que irão ajudar para que tudo dê certo e nada estrague a alegria de ter o seu próprio carro.

  • Verificar a quilometragem

É uma equação matemática: quantos mais quilômetros rodados, maiores chances de estragos. Porém, isso vai depender sempre da manutenção e do cuidado que o antigo dono teve com o carro. Considerando que um carro roda em média entre 10 e 15 mil quilômetros anuais, se o carro que você pretende comprar tem um número muito maior de quilômetros rodados, a recomendação é procurar outro.

  • Analisar o consumo de combustível

Se você quiser saber sobre a eficiência do carro, faça o cálculo do número de quilômetros que o veículo roda por litro de combustível. Com certeza, um carro usado, em relação com um veículo novo, terá uma eficiência menor por causa do tempo de uso e porque os carros novos possuem uma melhor tecnologia a cada ano.

  • Valor do seguro e dos impostos

Por regra geral, os carros usados possuem seguros com valores mais baratos, mas isso sempre vai depender do modelo do veículo, porque há veículos que exigem seguros mais altos simplesmente porque é mais difícil conseguir peças para reposição.

Por outro lado, o IPVA é mais barato em um carro usado, porque esse imposto é calculado sobre o preço do veículo segundo a tabela FIPE. É justamente por esse motivo que o preço do carro usado que vai ser comprado é muito importante. Mas essa não é a única despesa, pois é necessário pensar nas despesas do seguro e da manutenção.

  • Checar o estado do carro e o tempo de uso

Um carro 0 km tem uma depreciação entre 15% e 20% assim que ele sai da concessionária. Isso já representa uma boa perda do investimento inicial, não esquecendo que o preço continua diminuindo com o passar dos anos. Justamente por esse motivo os carros Fiat usados têm uma desvalorização bem menor.

Vale a pena diferenciar um carro usado de um carro seminovo, porque isso vai definir o preço do carro e todas as despesas posteriores. Um carro seminovo é um veículo que possui, no máximo, 3 anos de uso e um único proprietário. Não deve ter mais de 20 mil quilômetros rodados. Mas deve prestar muita atenção ao estado geral do veículo, porque nem sempre um veículo seminovo é melhor que um usado.

Para um motorista iniciante, um carro usado é o ideal

Para aquelas pessoas que acabam de tirar a carteira de motorista e não têm experiência no volante, um carro usado é o ideal como primeiro carro. Um modelo usado dos carros Fiat 2020 poderia ser uma excelente opção.

Dirigir um carro usado proporciona a tranquilidade de, em caso de fazer uma manobra errada durante o estacionamento, fazer um arranhão que, por ser um carro usado, não custará tanto como o concerto em um carro novo.

Mas atenção: sendo o primeiro carro ou não, é necessário trocar de carro com uma certa frequência, porque desse modo poderá manter o valor do investimento inicial.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.