Vídeos online e redes sociais impulsionam torcida do Brasil nas Olimpíadas

0

Os bons resultados do Brasil nos Jogos Olímpicos não acontecem apenas nas modalidades esportivas, mas também na torcida à distância. Com uma forte presença nas redes sociais, principalmente com os vídeos online, a equipe Time Brasil conseguiu uma boa interação entre os torcedores e os atletas olímpicos brasileiros. A ideia foi usar todo o potencial dessas mídias, principalmente com o YouTube, para fazer uma cobertura mais completa da competição de Tóquio em 2021.

Nos últimos anos, as competições esportivas começaram a dar maior atenção às redes sociais, algo que se manteve durante as Olimpíadas de Tóquio. A iniciativa do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) de investir em conteúdos para as redes sociais mais populares, como o Instagram e o YouTube, foi algo que se repetiu em diferentes países. Entretanto, o Brasil merece algum destaque pela grande interatividade que conseguiu junto aos torcedores, principalmente com os vídeos.

vídeos-online
Vídeos online e redes sociais impulsionam torcida do Brasil nas Olimpíadas

O perfil Time Brasil no Instagram, por exemplo, soma quase 900 mil seguidores e chamou atenção por publicar o desempenho e a rotina dos atletas brasileiros nas Olimpíadas de Tóquio. Algo que chamou bastante atenção foi o conteúdo no formato audiovisual, com vídeos dos próprios atletas e também de torcedores. Essa interatividade é um diferencial das mídias digitais, e que vem ganhando força no mundo esportivo. Outras grandes competições, como a Copa do Mundo, também estão apostando cada vez mais nesse formato de criação de conteúdo para a internet.

Na conquista da medalha de bronze de Alison dos Santos, atleta dos 400m com barreiras, os perfis nas redes sociais do Brasil prestaram diversas homenagens ao paulista de São Joaquim da Barra. Além de exaltar o feito do atleta, e contar um pouco mais da carreira até Tóquio, os perfis no Instagram e no YouTube também lembraram que essa foi a primeira medalha do Brasil no atletismo desde os Jogos Olímpicos de 1952.

Esporte e vídeos online na internet

A ideia de unir competições esportivas e vídeos online parece ser uma forma de sucesso nas redes sociais. Com a popularização dessas mídias, principalmente no Brasil, o conteúdo ganhou força no alcance com os fãs de esporte. No futebol, por exemplo, as equipes do Campeonato Brasileiro somam cerca de 180 milhões de seguidores na internet. O Facebook, o Instagram e o YouTube são as plataformas que ganham mais destaque com as equipes, principalmente com os conteúdos em vídeo.

Esse sucesso recente dos vídeos online pode ser explicado pela facilidade na visualização e criação deste formato. Atualmente, com uma internet cada vez mais veloz, os vídeos estão ganhando muito espaço nas redes sociais. O uso de um editor de vídeo online também está popularizando a criação de publicações assim. Com o uso de templates personalizáveis, e com uma ferramenta gratuita que renderiza e exporta em questão de minutos para as redes sociais, o usuário pode criar e editar um vídeo em poucos minutos e com a melhor qualidade possível.

Todas essas ferramentas são essenciais para que os vídeos consigam crescer em alcance todos os anos, e os números mostram que isso está acontecendo rapidamente. Segundo pesquisa divulgada recentemente pelo Ibope, mais de 80% dos brasileiros que usaram a internet nos últimos 12 meses consumiram vídeos online gratuitos. Ou seja, o sucesso desses conteúdos por aqui é inegável.

A união entre Olimpíadas e os vídeos online é algo bem-sucedido, e que deve se manter nos próximos anos. Os perfis criados pelo COB conseguiram aproximar a torcida brasileira dos atletas olímpicos, e isso é um incentivo importante para quem está disputando uma competição tão difícil e popular.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.