EsportesFutebolNotícias

Chapecoense critica perfil de jogadores oferecidos




A Chapecoense vai ter que se reconstruir em 2017, após o desastre aéreo que matou toda sua comissão técnica e 19 jogadores. João Carlos Maringá, dirigente do clube em 2013 e 2014, está sendo responsável por remontar o time. Ele deu entrevista ao UOL Esporte e falou sobre as dificuldades da tarefa. De acordo com ele, nem todos os times que se solidarizaram e prometeram emprestar jogadores estão de fato ajudando.

“O Santos disponibilizou uma lista de atletas, mas são aqueles que eles não querem mais. Essa lista está na internet, é só procurar. Outros clubes também nos ofereceram da mesma maneira, mas nós não abrimos mão de escolher nossos jogadores”, disse ele. “O Palmeiras foi o único que abriu uma lista de jogadores e nos falou: ‘Escolham os que lhes agradam e nós veremos a disponibilidade”.

Nenhum jogador foi anunciado oficialmente pelo time até agora. Mas já há cinco nomes acertados: o atacante Rossi, o zagueiro Grolli, o meia Dodô, o volante Moisés e o goleiro Elias.

Em 2017, a Chapecoense vai disputar o Campeonato Catarinense, a Primeira Liga, a Copa do Brasil, a Copa Suruga, a Copa Libertadores e o Campeonato Brasileiro. O time vai ainda disputar amistoso contra o Barcelona em agosto.




Comments

0 comments

Etiquetas
Mostrar mais

Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios