BrasilEconomiaFinanças PessoaisNotícias

Pessoas a partir de 60 anos poderão sacar PIS/Pasep




O calendário de saques do Fundo PIS/Pasep foi revelado nesta segunda-feira (8), Com ele, o saque poderá ser feito por pessoas a partir de 60 anos. A mudança entrou em vigor em 6 de janeiro a Medida Provisória (MP) n° 813, de 26 de dezembro de 2017.

Anteriormente, apenas homens a partir de 65 anos e mulheres a partir de 62 anos tinham direito. Para ter direito ao benefício do PIS/PASEP em 2018, além de ter 60 anos, é necessário ter sido cadastrado no PIS/Pasep antes de 4 de outubro de 1988.

Veja calendário:

  • A partir de 08/01: saque para mulheres com 62 anos ou mais e homens com 65 anos ou mais
  • 22/01: crédito em conta corrente para idosos com idade a partir de 60 anos com conta na Caixa e BB
  • A partir de 24/01: saque para pessoas com idade a partir de 60 anos
  • Pessoas com mais de 70 anos e herdeiros de cotistas falecidos podem realizar o saque a qualquer momento. 

Como funciona o Fundo Pis/Pasep

Na década de 70 um valor era depositado pelo empregador na conta do POIS, algo semelhante ao que acontece hoje no Fundo de Garantia. Isso mudou em 1988, quando os empregadores deixaram de depositar o dinheiro individualmente para os trabalhadores e passaram a recolher para a União.

Porém, o valor que ficou depositado nas contas individuais no Fundo PIS/Pasep continua lá e, agora, o governo está liberando o saque, aos poucos.

Caso os titulares da conta já tenham falecido os herdeiros poderão sacar.

SERVIÇO

Tem direito ao saque quem trabalhou formalmente até 4 de outubro de 1988 e hoje atende a algum dos seguintes critérios:



  •         Aposentadoria.
  •         Falecimento (dependentes podem solicitar o saque da cota).
  •         HIV-Aids (Lei 7.670/88).
  •         Neoplasia maligna – Câncer (Lei 8.922/94).
  •         Reforma militar.
  •         Amparo Social (Lei 8.742/93): Amparo Assistencial a Portadores de Deficiência (espécie 87) e Amparo Social ao Idoso (espécie 88).
  •         Invalidez (com ou sem concessão de aposentadoria).
  •         Reserva remunerada.
  •         Idade igual ou superior a 60 anos para homens e para mulheres.
  •         For acometido de doenças ou afecções listadas na Portaria Interministerial MPAS/MS nº 2998/2001 (titular ou um de seus dependentes).
  •         Morte, situação em que o saldo da conta será pago aos dependentes ou sucessores do titular.

Onde sacar

  •         Trabalhadores da iniciativa privada sacam os valores na Caixa Econômica Federal;  servidores públicos, no Banco do Brasil.

Como sacar

  •         No caso da Caixa, quem tem até R$ 1,5 mil a receber poderá retirar o valor com a Senha Cidadão, nos terminais de autoatendimento.  Entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil é necessário ter o Cartão do Cidadão e a senha.

Valores acima de R$ 3 mil só poderão ser retirados nas agências bancárias. Quem tem conta corrente, Caixa Fácil ou poupança na Caixa terá o valor depositado diretamente nas contas.

  •         O Banco do Brasil também depositará os valores diretamente na conta dos trabalhadores que já forem clientes do banco. Os demais precisarão fazer uma consulta do saldo e, em seguida, uma transferência bancária.



Para consultar seu saldo

Trabalhadores celetistas vinculados ao PIS devem buscar informações na Caixa. Acesse o link

http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/pis/Paginas/default.aspx

Servidores públicos vinculados ao Pasep devem buscar informações no Banco do Brasil. Acesse o link.

http://www.bb.com.br/pbb/pagina-inicial/setor-publico/governo-federal/gestao/gestao-de-recursos/pagamento-de-ordens-bancarias,-salarios-e-beneficios/pasep#/

Comments

0 comments

Etiquetas
Mostrar mais

Milena

Escreveu para sites como Yahoo e Dona Giraffa e atua em plataformas com produção de conteúdo. É formada em medicina veterinária, mas trabalha exclusivamente com redação desde 2013. Contato: milena@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios