Entretenimento

Padre Fábio de Melo diz que foi ‘infeliz’ em comentário e faz pedido; veja vídeo




No programa Direção Espiritual desta quarta-feira (16)Padre Fábio de Melo falou sobre a polêmica na qual se envolveu, após comentário sobre macumba feito durante uma pregação.

Veja também: Padre Fábio de Melo revela se casaria ou não, caso a igreja não obrigasse o celibato; veja o vídeo

Durante o programa apresentado por ele, Padre Fábio de Melo estava falando sobre situações que fazem com que as pessoas mudem e aprendam, quando lembrou-se do episódio da pregação. De acordo com o sacerdote, quando ele citou “macumba” no sermão religioso ,ele estava se referindo ao que acontecia em sua infância. Na época, as pessoas costumavam ir nas benzedeiras para retirarem o que era ruim na rotina diária.

De acordo com o padre, a mesma benzedeira, na região na qual ele morava, fazia “trabalho espiritual” para poder fazer coisas más. Durante a pregação, ele teria dito que quem é cristão não tem modo dessas coisas, pois está revestido pela força do cristo ressuscitado.

“Só que eu fui muito infeliz. Eu fiz uma piada que soou ofensiva aos ouvidos de muitas pessoas e eu compreendo perfeitamente”, disse o sacerdote. Segundo ele, a repercussão acabou sendo positiva, pois ele pensou que realmente deveria ter muito cuidado na forma de falar, pois é um pregador que fala com muitas religiões.

Padre Fábio diz que todos têm direito de acreditar ou não, mas que não as pessoas, inclusive ele, não têm o direito de fazer piada. “Não podemos ridicularizar o que para o outro é importante”, alertou.

Ainda durante o programa, que vai ao ar todas as quartas, na Canção Nova, ele pediu para que o vídeo seja tirado do Facebook, pois há muitos se sentindo ofendidos pelo que foi dito. Ele já tentou pedir para o dono da página, mas não conseguiu resposta.

Assista ao programa em que Padre Fábio e Melo fala sobre a polêmica




Entenda o que aconteceu na pregação de Padre Fábio de Melo

Durante um sermão em uma cerimônia religiosa, ele disse que comeria o alimento colocado em um despacho. O fato de o religioso ter ironizado  rituais comuns em religiões de matrizes africanas causou alvoroço na internet.

“Com todo respeito a quem faz macumba, pode fazer, pode deixar na porta da minha casa que, se estiver fresco, a gente come”, disse Padre Fábio de Melo.

“Você tem o poder de expulsar demônios. E você treme toda quando vê aquela galinha preta na porta da sua casa”, diz. ‘Fizeram uma macumba para mim, eu preciso ir lá no padre Joel’”, continua Padre Fábio, imitando uma fiel.

“Se você achar que uma galinha preta na porta da sua casa com um litro de cachaça e uma farofa de banana tem o poder de trazer destruição na sua casa, na sua vida, você não conhece a força do Cristo ressuscitado”, continua o sacerdote.

O sermão foi realizado no dia 8 de abril e disponibilizado no canal oficial da Canção Nova no Youtube. O trecho do vídeo logo se espalhou pela internet.

Com a repercussão negativa, Padre Fábio de Melo pediu perdão. “Sempre manifestei publicamente o meu respeito a todas as religiões. O candomblé fez parte da minha origem. Nunca quis ofender ou desmerecer quem quer que seja. Apenas expressei, durante uma celebração cristã, convicções cristãs. Peço perdão aos que se sentiram ofendidos”, escreveu.

“Eu não sou proprietário da verdade. Eu estou em busca dela. Quero o esclarecimento espiritual que me coloque ao lado de todos. Diferentes e iguais a mim. Somos irmãos e não me sinto melhor que ninguém. Se fui infeliz na forma como expressei o meu não crer, perdoem-me”, pediu.

“Já fiz um contato com o babalorixá Ivanir dos Santos. Ele foi extremamente gentil comigo. Nosso desejo é esclarecer que tolerância religiosa não significa abrir mão do que cremos ou não cremos, mas conviver harmoniosamente, colaborando na construção de um mundo melhor”, escreveu.

“O mundo já está dividido demais para que criemos outras divisões a partir de nós”, finalizou.

Assista ao vídeo em que Padre Fábio de Melo ironiza a macumba







Etiquetas
Mostrar mais

Milena

Escreveu para sites como Yahoo e Dona Giraffa e atua em plataformas com produção de conteúdo. É formada em medicina veterinária, mas trabalha exclusivamente com redação desde 2013. Contato: milena@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios