Autor defende final de Onde Nascem os Fortes; saiba mais

Na última segunda-feira (16), foi ao ar o último capítulo da supersérie Onde Nascem os Fortes. O desfecho da obra foi “aberto” e dividiu opinião entre os telespectadores.




George Moura, um dos autores da produção, deu entrevista ao blog do jornalista Mauricio Stycer e falou sobre o final. “Nossa ideia foi essa mesmo. Um final que o espectador pode também construir. A ideia de um final em aberto me agrada como provocação”, explicou ele. Para dar força à sua opinião, ele citou frase do cineasta israelense Amos Gitai. “Os bons filmes não são aqueles que começam quando a luz do cinema apaga. Mas aqueles que começam quando a luz acende e você vai para casa com ele dentro de você”, afirmou.

O final de Onde Nascem os Fortes gerou dúvida sobre os desfechos das histórias de personagens como Valquíria, o juiz Ramiro, seu filho Ramirinho e o delegado Plínio. George Moura falou mais sobre o final de Ramiro e Ramirinho. “É uma história de amor, ódio e perdão. Uma alternativa ao clima de intolerância e intransigência”, explicou.

Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *