Haddad é denunciado por corrupção, quadrilha e lavagem de dinheiro

Fernando Haddad (PT), ex-prefeito de São Paulo e candidato a vice-presidente na chapa de Lula, foi acusado na última segunda-feira (03) de corrupção, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. A denúncia foi feita pelo Ministério Público de São Paulo.




De acordo com a denúncia, o ex-prefeito de São Paulo recebeu R$ 2,6 milhões indevidamente da UTC Engenharia. A denúncia foi feita pelo promotor Marcelo Batlouni Mendroni, do Grupo de Atuação Especial de Repressão à Formação de Cartel e à Lavagem de Dinheiro e Recuperação de Ativos (Gedec).

A assessoria do petista afirmou em nota que a denúncia não tem provas. As duas denúncias foram feitas tomando como base a delação de Ricardo Ribeiro Pessoa, presidente da UTC Engenharia. De acordo com a acusação, entre abril e maio de 2013, o presidente da empreiteira teria recebido pedido de João Vaccari Neto, tesoureiro do PT na época, de uma quantia de R$ 3 milhões para pagar dívida de campanha de Haddad.

“A captação e distribuição de recursos ilícitos se desenvolveram através de um esquema montado pela própria UTC, primeiramente por contratos de prestação de serviços fictícios e/ou superfaturados, de forma que os valores ou a diferença retornassem à UTC, mas para ‘uma conta de Caixa 2’ que detinham com o doleiro Alberto Youssef. Depois, Youssef entregaria parte do valor em dinheiro em espécie”, afirma a denúncia, que também afirma que a captação de dinheiro foi feito a partir de gráficas, verdadeiras e de fachada.

Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *