Bolsonaro tem infecção bacteriana e alta é adiada

O candidato Jair Bolsonaro tinha alta prevista para essa sexta-feira (28). Mas sua alta foi adiada e ele deve sair do Hospital Albert Einstein sábado ou domingo.




O candidato do PSL à Presidência vai ficar um ou dois dias a mais internado por decisão da equipe médica, para continuar o tratamento de antibióticos. Isso será necessário após ser constantada uma infecção bacteriana após a retirada do cateter.

Leia também: Ibope: Bolsonaro mantém 28% e Haddad sobe para 22%

De acordo com os médicos, após o cateter ser retirado, sua ponta é analisada para verificar se há bactéria. Caso haja, o tratamento à base de antibióticos volta a ser feito.

Bolsonaro já iria para o Rio de Janeiro na tarde de sexta-feira. Ele iria para a cidade em voo comercial, com alguns funcionários de sua equipe de segurança, familiares e assessores.

Leia também: ‘Nazista filho da p*ta’, diz Ciro Gomes sobre candidato

O presidenciável foi esfaqueado no último dia 6, em Juiz de Fora, Minas Gerais, enquanto fazia ato de campanha. Após o ataque, ele passou por cirurgia na Santa Casa da cidade. No dia seguinte, foi transferido para o hospital Albert Einstein, em São Paulo.

De acordo com as principais pesquisas de intenção de voto, o candidato do PSL é o primeiro lugar no primeiro turno das eleições e Haddad, segundo lugar.



Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *