Seleção brasileira masculina de vôlei é vice-campeã do mundo




A seleção brasileira masculina de vôlei chegou, pela quinta vez consecutiva, na final do Campeonato Mundial. A equipe ficou com a prata, após ser derrotada pela Polônia por 3 sets a 0 (26/28, 20/25 e 23/25), neste domingo (30.09).

Nas outras quatro finais consecutivas de Mundial, a equipe brasileira foi campeã três vezes – em 2002, 2006 e 2010 – e, em 2014, acabou superada pela própria Polônia, que jogava em casa, e ficou com o título.

“A gente estudou muito esse time, aconteceu o que esperávamos. O jogo deles é baseado no Kurek e no Kubiak. Kurek é um jogador que vem tentando se firmar nos últimos anos, e nesse ano foi merecidamente escolhido o melhor da competição. É uma referência, pegando bolas altas, jogando solto, é o grande oposto do mundo, hoje. E Kubiak um jogador espetacular, um estilo parecido com o Ngapeth, mas pegando bolas um pouco mais baixas. Ele constrói o jogo. A Polônia joga baseada nesses dois pilares. Eles estiveram muito bem. Em alguns momentos nosso saque entrou bem e eles conseguiram segurar, souberam contornar e foram muito eficientes. Nos preparamos, estudamos, mas infelizmente não foi suficiente”, avaliou o técnico Renan.

A seleção do campeonato contou com dois jogadores brasileiro. O central Lucão e o ponteiro Douglas Souza se somaram ao oposto Matt Anderson (EUA), o levantador Christenson (EUA), o ponteiro Kubiak (POL), o central Nowkowski (POL) e o líbero Zatorski (POL). O oposto polonês Bartosz Kurek foi eleito o jogador mais valioso da competição.

Final do Campeonato Mundial

BRASIL – Bruno, Wallace, Maurício Souza, Lucão, Lipe e Douglas. Líbero – Thales

Entraram – Maique, Evandro, William, Isac, Lucas Lóh

Técnico: Renan

POLÔNIA – Drzyzga, Kurek, Szalpuk, Nowakowski, Kubiak e Bieniek. Líbero – Zatorski

Entraram – Kochanowski, Konarski, Lomacz

Técnico: Vital Heynen

TABELA – Primeira fase

12.09 (QUARTA-FEIRA) – Brasil 3 x 0 Egito (25/17, 25/22 e 25/20)

13.09 (QUINTA-FEIRA) – Brasil 3 x 2 França (25/20, 25/20, 21/25, 23/25 e 15/12)

15.09 (SÁBADO) – Brasil 1 x 3 Holanda (25/21, 20/25, 20/25 e 21/25)

17.09 (SEGUNDA-FEIRA) – Brasil 3 x 1 Canadá (25/22, 19/25, 25/23 e 25/18)

18.09 (TERÇA-FEIRA) – Brasil 3 x 0 China (25/21, 25/22 e 25/17)

TABELA – Segunda fase



21.09 (SEXTA-FEIRA) – Brasil 3 x 0 Austrália (25/21, 25/22 e 25/15)

22.09 (SÁBADO) – Brasil 3 x 0 Eslovênia (25/22, 25/21 e 25/16)

23.09 (DOMINGO) – Brasil 3 x 2 Bélgica (22/25, 23/25, 25/19, 25/15, 25/15 e 15/12)

TABELA – Fase Final

26.09 (QUARTA-FEIRA) – Brasil 3 x 2 Rússia (20/25, 21/25, 25/22, 25/23 e 15/12)

28.09 (SEXTA-FEIRA) – Brasil 3 x 0 Estados Unidos (25/20, 25/18 e 25/19)

Semifinal

29.09 (SÁBADO) – Brasil 3 x 0 Sérvia (25/22, 25/21 e 25/22)

Final

30.09 (DOMINGO) – Brasil 0x3 Polônia (26/28, 20/25 e 23/25)

Milena

Escreveu para sites como Yahoo e Dona Giraffa e atua em plataformas com produção de conteúdo. É formada em medicina veterinária, mas trabalha exclusivamente com redação desde 2013. Contato: milena@horabrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *