EsportesFutebolFutebol internacional

Qual é a seleção que mais ganhou a Copa América?

A Copa América 2019 tem início no próximo dia 14, com o jogo de abertura entre Brasil x Bolívia, no estádio do Morumbi, a partir das 21h30. Até o dia 7 de julho, Maracanã, Mineirão, Morumbi, Arena do Grêmio e Arena Fonte Nova receberão os jogos.




A Copa América é disputada desde 1916 entre as seleções que compõem a Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (CONCACAF). Essa é quinta vez que o Brasil vai sediar a competição. A seleção brasileira foi a campeã todas as vezes em que sediou o evento: 1919, 1922, 1949 e 1989.

Qual é o país que mais ganhou a Copa América?

1º – Uruguai: 15 títulos (1916, 1917, 1920, 1923, 1924, 1926, 1935, 1942, 1956, 1959, 1967, 1983, 1987, 1995 e 2011).

2º – Argentina: 14 títulos (1921, 1925, 1927, 1929, 1937, 1941, 1945, 1946, 1947, 1955, 1957, 1959, 1991 e 1993).

3º – Brasil: 8 títulos (1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004 e 2007).

4º – Paraguai: 2 títulos (1953 e 1979), Peru (1939 e 1975) e Chile (2015 e 2016).




5º – Bolívia: 1 título (1963) e Colômbia (2001).

Com o comando de Tite, a seleção brasileira vai entrar em campo em busca de seu nono título.

+ Copa América 2019: tabela dos jogos da primeira fase

Lista dos 23 convocados da seleção brasileira para a Copa América

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Cássio (Corinthians).

Laterais: Daniel Alves (PSG), Fagner (Corinthians), Filipe Luís (Atlético de Madri) e Alex Sandro (Juventus).

Zagueiros: Eder Militão (Porto), Marquinhos (PSG), Miranda (Inter de Milão), Thiago Silva (PSG).




Meias: Casemiro (Real Madrid), Arthur (Barcelona), Lucas Paquetá (Milan) e Philippe Coutinho (Barcelona), Allan (Napoli), Fernandinho (Manchester City).

Atacantes: Gabriel Jesus (Manchester City), David Neres (Ajax), Neymar (PSG), Roberto Firmino (Liverpool), Everton (Grêmio), Richarlison (Everton).

Etiquetas
Mostrar mais

Flávia

Escrevo sobre quase tudo, principalmente livros, séries, viagens, idiomas, educação, futebol e saúde. Também sou redatora e editora na Contentools e na Blasting News, e redatora na Contteudo e PostSpot.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios