‘Tinha o sonho de ser veterinário’, lamenta mãe de universitário assassinado

0



A família do universitário assassinado durante um assalto em Uruguaiana, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, está inconsolável. Luís Emílio da Silva da Rosa, tinha apenas 22 anos e estava na cidade para cursar medicina veterinária.

Veja também: Estudante de medicina veterinária morre em acidente

Estudante de medicina veterinária morre após acidente em atividade prática

Depois do enterro, realizado em 19 de setembro na cidade de Montenegro, na Região Metropolitana de Porto Alegre, os familiares deram entrevista ao portal G1. A mãe do jovem lamentou a insegurança no Estado do Rio Grande do sul e desabafou: “Tinha o sonho de ser veterinário e o sonho dele foi interrompido”.

Luís e a namorada ganharam uma bolsa de estudos e se mudaram para Uruguaiana. O rapaz foi esfaqueado durante um assalto, na Rua Quinze de Novembro, em frente a uma lanchonete.

O futuro veterinário chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. O amigo, que estava com ele na hora do assalto, ficou ferido, mas sem gravidade.

Populares detiveram um homem de 22 anos, suspeito de ter cometido o crime. Após ser abordado por policiais ele disse que outro rapaz era o responsável por esfaquear o estudante. O adolescente de 15 anos foi encontrado pela polícia encaminhado para a Fase. O homem de 22 anos foi preso.






Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.