Sara Winter é presa pela Polícia Federal

0

Sara Winter foi presa pela Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (15). A prisão ocorreu por pedido de Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal.




A ativista é líder do grupo de extrema direita “300 do Brasil”, de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Sua prisão foi decretada por Moraes, que é relator de inquérito que investiga manifestações antidemocráticas e divulgação de notícias falsas. A polícia cumpre seis mandados de prisão.

O grupo “300 do Brasil” acampou em Brasília em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mas foi tirado do local a pedido de Ibaneis Rocha, governador do Distrito Federal. Neste sábado (13), Sarah Winter divulgou imagens de tentativa de invasão ao Congresso Nacional. No mesmo dia, postou que a Polícia Militar do DF e a Secretaria de Segurança desmontou o acampamento.

No início do mês, ACM Neto, prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, assinou a expulsão de Sara Winter do partido. Ela era filiada ao diretório do partido no Rio de Janeiro. No início de junho, a ativista do movimento “300 pelo Brasil” postou vídeos ameaçando Alexandre de Moraes.




 

View this post on Instagram

 

#SaraWinter #300doBrasil #políciafederal

A post shared by 300 do Brasil (@300dobrasiloficial) on

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.