Revalida 2020: que horas começa e termina a prova?

0

Acontece neste domingo (6) a primeira fase do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira – Revalida 2020. A prova visa regularizar o diploma de pessoas que se graduaram em medicina fora do Brasil e querem atuar em território nacional.



Das 16.452 inscrições recebidas para o Revalida 2020, 15.498 foram confirmadas. Essas pessoas farão prova em uma das 13 capitais: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

Neste domingo, a prova será dividida em duas partes. durante o período da manhã os inscritos responderão a 100 questões objetivas. Já na parte da tarde, os participantes precisam responder a cinco questões discursivas.

As questões abordarão temas diversos como ginecologia e obstetrícia, medicina clínica, cirurgia geral, pediatria e medicina de família e comunidade, abordadas de forma interdisciplinar.

Os aprovados nessa etapa seguirão para a segunda, que consiste em uma avaliação prática realizada em estações clínicas.

Horário do Revalida 2020 hoje

De acordo com o edital, a prova do Revalida 2020 terá duração de 5 horas no primeiro turno, que acontecerá das 8h às 13h. Os portões serão abertos às 7 horas e fechados às 7h45.

Já durante a tarde a duração será de 4 horas, das 15h30 às 19h30. Os portões serão abertos às 14h30 e fechados às 15h15. É importante que o candidato fique atento, pois será seguido o horário oficial de Brasília-DF.

Embora não seja obrigatório, o Inep recomenda que o participante leve o cartão de confirmação de inscrição no dia da aplicação. Os participantes deverão comparecer ao local usando máscara.

O acesso à sala de provas será permitido com a apresentação de documento de identificação com foto válido. Serão aceitos os seguintes:

  • Cédulas de Identidade expedidas por Secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Federal;
  • Identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros, inclusive aqueles reconhecidos como refugiados, em consonância com a Lei nº 9.474, de 22 de julho de 1997; Carteira de Registro Nacional Migratório, de que trata a Lei nº 13.445, de 24 de maio de 2017;
  • Documento Provisório de Registro Nacional Migratório, de que trata o Decreto nº 9.277, de 5 de fevereiro de 2018;
  • Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por lei tenha validade como documento de identidade;
  • Passaporte;
  • Carteira Nacional de Habilitação, na forma da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997; Carteira de Trabalho e Previdência Social impressa e expedida após 27 de janeiro de 1997.

Acesse o edital do Revalida 2020


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.