Governo envia SMS para pedir devolução do auxílio emergencial

0

O Ministério da Cidadania deve enviar até essa terça-feira (22) mensagens de texto pedindo a devolução do auxílio emergencial. Essas devoluções são pedidas no caso de quem recebeu mas teve indícios de irregularidade.




A mensagem também mostra informações sobre contestação para quem teve o cadastro cancelado. Serão enviadas cerca de 1,2 milhão de mensagens.

A Controladoria-Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU) identificou os possíveis pagamentos indevidos. Os órgãos consideram pagamentos indevidos, por exemplo, os feitos a beneficiários que começaram a receber um outro benefício assistencial, como aposentadoria, além de quem conseguiu um emprego formal ou tem renda incompatíveis com o recebimento do auxílio ou posse de bens de alto valor.

“”Todos aqueles que receberem a mensagem de texto poderão contestar a informação através do site da Dataprev. O período para contestação termina no dia 31/12. Após este prazo, não será possível contestar, apenas proceder com a devolução do recurso recebido”, informou uma nota divulgada pela Pasta”, divulgou o ministério em nota.

No site da Dataprev, o trabalhador vê o motivo do benefício ser negado. Foi publicada pela pasta uma lista com as mensagens possíveis e os casos em que a contestação pode ser feita. Veja a lista aqui.

Se a contestação for aceita, o auxílio será pago no mês seguinte.

Como fazer devolução do auxílio emergencial?

A devolução deve ser feita no site devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br. O beneficiário deve inserir seu CPF e as demais informações pedidos. Ao fim, o site emite uma Guia de Recolhimento da União (GRU). O cidadão pode pagar a guia nos canais de atendimento do Banco do Brasil, como internet, terminais de autoatendimento e agências.

Até agora, cerca de 197 mil pessoas já devolveram o auxílio emergencial. As devoluções foram responsáveis pelo retorno do montante de R$ 230 milhões aos cofres públicos.




Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.